A história de Rafinha no Flamengo pode acabar em breve. O jogador está inclinado a aceitar uma proposta que recebeu do Olympiacos, da Grécia, e se reúne nesta quinta-feira com a diretoria rubro-negra, junto com Lincoln, empresário que intermediou sua vinda para o clube brasileiro, para debater a possível saída. O Flamengo ainda tenta reverter a situação.

No contrato com o Flamengo, há uma cláusula que permite que Rafinha seja liberado de graça para clubes do exterior. Ele tem vínculo até junho de 2021. O vice-presidente de futebol Marcos Braz concederá entrevista coletiva na sexta-feira, e a expectativa é de que fale sobre o assunto.

Rafinha ficou no banco na derrota do Flamengo para o Atlético-GO, na quarta-feira, em Goiânia. Ele ainda não está completamente recuperado de uma lesão no tornozelo esquerdo e ainda sente dores no local – junto com a negociação, isso pesou na decisão de não escalá-lo de início. Ainda assim, o jogador entrou no segundo tempo.

Pendente de uma decisão, ainda não se sabe se Rafinha viajará com o elenco para Curitiba, onde o Flamengo enfrenta o Coritiba no sábado, pelo Campeonato Brasileiro. A questão financeira é um fator importante na questão, mas o jogador também está incomodado com a situação da pandemia de coronavírus no Brasil.

Fonte: GE

Facebook Comments