Michel Temer foi preso hoje

michel-temerEDITORIAL

É nítido e notório que o presidente interino Michel Temer (PMDB-SP) não está agindo de acordo com a consciência de um homem normal. No mínimo está sendo manipulado ou, pasmem, agindo sob pressão e chantagens. Porque ninguém em sã consciência faria o que ele vem fazendo com os brasileiros, sobretudo, contra os mais pobres, servidores públicos e aposentados. As medidas econômicas tomadas até agora são desastrosas e levarão o Brasil ao fundo do poço em menos de uma década, numa estimativa otimista. E as medidas contra a saúde, a educação e ate contra a segurança nacional são também uma tragédia anunciada. O Brasil entrará em colapso logo logo.

Dizer que Michel Temer é um louco psicopata é muito. Não o é. O que sentimos é que ele vem sendo chantageado, manipulado e esta´totalmente refém de políticos corruptos do PMDB, PSDB, DEM, PP, PR, PSC, SD, PROS, PV e até do PSB. São deputados e senadores corruptos que já não tinham tanto espaço para roubar no governo Dilma e resolveram destituí-la. Desde o governo Lula quando foi descoberto o “mensalão”-que se realmente existiu já vinha de governos anteriores como de FHC, Sarney e Itamar- que deputados e senadores começaram a ver seus ganhos “extras” sucumbirem diante das operações da PF e do Ministério Púbico Federal, bem como da Procuradoria Geral da República.

A ação do impeachment contra Dilma Rousseff não tem nada contra a corrupção e nada a ver com pedaladas fiscais ou crimes de responsabilidade fiscal. Tem a ver com a tentativa de barrar a Operação Lava Jato e a continuidade da corrupção que ora vemos se desenrolar no governo interino. Um amontoado de deputados e senadores ocupou os principais ministérios do governo federal. O toma lá dá que tantos alguns criticavam no governo Dilma, quatriplicou no  governo interino. Enfim, a corrupção continua forte no governo Temer. As privatizações anunciadas nos remetem ao período de governo tucano (FHC) quando estatais foram privatizadas a preço de bananas. Agora querem entregar a Petrobras a capital estrangeiro. Privatizar a saúde e a educação e até terceirizar a segurança pública.

O Brasil nunca esteve tão em perigo como agora. Nem na Ditadura Militar se via tantos desmandos e desamor à Pátria. É preciso que a população se levante e políticos honestos impeçam esta barbárie. Do jeito que vai, vamos parar no precipício.

Facebook Comments