Prenúncio? Michel Temer concede entrevista coletiva atrás das grades, na abertura das Olimpíadas no Rio

Prenúncio? Michel Temer concede entrevista coletiva atrás das grades, na abertura das Olimpíadas no Rio
Prenúncio? Michel Temer concede entrevista coletiva atrás das grades, na abertura das Olimpíadas no Rio
O presidente interino Michel Temer (PMDB), aguarda com angústia o final do processo do impeachment de Dilma Rousseff (PT) para poder respirar e andar em dia claro. Por enquanto se esgueira pelas sombras e se esconde do povo que um dia votou na chapa Dilma-Temer. Michel Temer não foi ao encerramento das Olimpíadas, coroada de êxito do início ao fim, graças a sete anos de preparação. Os méritos e os louros das Olimpíadas jamais poderão ser creditados ao presidente de plantão. Tanto que ele preferiu não ir ao encerramento, o que causou um mal estar entre os poucos chefes de nações presentes, dentre eles o anfitrião das próximas olimpíadas no Japão, em 2020.

Antes da abertura, Michel Temer protagonizou uma cena que parece ser o seu futuro: concedeu entrevista coletiva para o mundo atrás de grades.
Antes da abertura, Michel Temer protagonizou uma cena que parece ser o seu futuro: concedeu entrevista coletiva para o mundo atrás de grades.

Michel Temer é um fracasso como interino. Enfiou os pés pelas mãos e agora faz de todo o possível para permanecer no cargo, comprando a consciência de 60 senadores que deverão votar pelo impeachment. Não existe milagre em política. Ou é ladrão ou não é. Os senadores apoiadores do golpe, estão cientes de que é um golpe, mas não impedirão o afastamento da presidenta mais honesta que este País já teve.

Conjunto da obra
Já que não encontraram nada que incriminasse Dilma e valesse o impeachment, os nobres senadores (inquisidores) invocam o chamado “conjunto da obra” ou sejam, a crise econômica (mas Michel deu aumento para todo mundo), rombo no orçamento (mas Michel duplicou o rombo), triplex, sítio (que a PF já disse não pertencem a Lula). Que diabos é este conjunto da obra? Se for por este lado, os conjuntos das obras do PMDB, DEM, PSDB, dentre outros, tornariam os políticos destes partidos inelegíveis por séculos…

Facebook Comments