Quase 80% das pessoas com tuberculose em Rondônia foram curadas

0
155


Rondônia alcançou 79% de cura da tuberculose. Na capital, Porto Velho, o índice é de quase 75%. As porcentagens representam o quantitativo de pacientes que completaram o tratamento e se viram livres da doença no ano passado. No comparativo com 2016, Porto Velho teve um índice de cura 6% maior.

A notícia foi divulgada pela Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia na segunda-feira (19) durante o Seminário Integrado em alusão ao Dia Nacional de Luta contra a Tuberculose.

Os índices de notificação da doença de 2017 – considerados ainda baixos – são vistos como um avanço pelo governo estadual. Isso porque, em 2016, o estado foi campeão em abandono do tratamento de tuberculose por parte dos pacientes; ou seja, as pessoas simplesmente deixavam de tomar o medicamento quando sentiam o alívio dos sintomas. E o tratamento é longo e deve ser seguido até o fim.

A meta traçada para 2019, tendo como base os dados de 2018, é tida pelo governo estadual como um pouco mais agressiva: com perspectiva de cura de 85% dos casos. O que representa o controle da tuberculose em Rondônia.

Como estratégia, a Agência Estadual de Vigilância em Saúde defende o fortalecimento do programa Saúde da Família para o diagnóstico dos casos da doença; uma vez que, quando a pessoa busca um atendimento de urgência, por exemplo, já significa que a doença está em processo avançado.

Agencia Brasil

Facebook Comments