Quase 50 mil estudantes retornam às aulas presenciais na Rede Estadual de Ensino de Rondônia

Ao menos 48 mil estudantes, dos 195 mil matriculados na Rede Estadual de Ensino, retornaram às aulas presenciais na segunda-feira (9), em Rondônia. Suspensas desde março de 2020 por causa do estado de calamidade pública causado pela pandemia do coronavírus, o reinício das atividades nas escolas faz parte da execução do Plano de Retorno, elaborado pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em cooperação com os órgãos de controle e outras entidades públicas e civis organizadas.

Todos os protocolos sanitários, visando à segurança dos trabalhadores em educação, assim como dos estudantes, estão sendo exigidos e respeitados pela comunidade escolar. O retorno gradual também marca o início do 2º semestre na rede estadual. Para os alunos que continuam em casa por decisão da família, o Executivo Estadual  segue disponibilizando as aulas on-line, tornando híbrido (presenciais e não presenciais para os estudantes) o processo de ensino-aprendizagem em Rondônia.

O uso de máscaras é obrigatório dentro das escolas, bem como o percurso de ida e volta, além de outras medidas presente nos Planos de Retorno e de Operacionalização do Retorno, disponibilizados pela Seduc.

Em Porto Velho, o secretário da Seduc, Suamy Vivecananda, acompanhou o retorno de 25% dos estudantes dos 2º, 5º , 6º  e 9º anos do ensino fundamental e 3º ano do ensino médio. “É muito bom ver a animação dos estudantes e profissionais, isso implica que devemos ser criteriosos quanto ao regresso, mas a expectativa é das melhores possíveis. Houve um planejamento realizado com excelência, buscamos as melhores ações para atingirmos as metas para voltarmos ao ensino presencial de forma segura”.

A Estudante Yasmim dos Santos, do 9º no da Escola Estadual Jorge Vicente Salazar dos Santos, relatou que tem preferência pelo ensino presencial. “A distração em casa é maior. Eu estava sentindo falta das aulas presenciais e de estar com os professores”.

Para garantir a segurança e ampliação do retorno às aulas presenciais, a Seduc realizou uma série de investimentos e medidas protetivas, como a distribuição de 1,2 milhão de máscaras de tecido tripla camada aos membros da comunidade escolar. Além disso, unidades de protetor facial foram distribuídas aos professores e termômetros foram destinados às escolas.

O secretário destacou que, com recurso próprio do Governo do Estado as escolas e Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) já adquiriram, por meio do Programa de Apoio Financeiro às Escolas Estaduais (Proafi-Covid), os demais insumos para proteção individual e coletiva. “Temos aproximadamente 195 mil estudantes matriculados na rede de ensino e destes cerca de 48 mil estão retornando as aulas presenciais, e as escolas de rede estadual foram adaptadas para receber a comunidade escolar”, garantiu o Suamy Vivecananda.

Fonte: Secom

Facebook Comments