PSDB prepara grande festa para homologar nome de Expedito ao governo de Rondônia

0
1127


Dirigentes e filiados do PSDB, PSD e DEM estão trabalhando em cima de detalhes para a grande festa que estão preparando para o próximo domingo (5), quando em convenção regional conjunta, no ginásio coberto da Faculdade Fimca, no horário das 8h às 13h, em Porto Velho, vão homologar os nomes do ex-senador Expedito Junior como candidato ao governo e do deputado federal Marcos Rogério ao Senado.

Além dos três partidos que já definiram a caminhada juntos, dirigentes de outras siglas continuam conversando com Expedito Junior e Marcos Rogério e deverão participar da festa democrática para a formação de nominatas à Câmara Federal e à Assembléia Legislativa, além de debater sobre as vagas de vice-governador e uma ao Senado que ainda estão em aberto.

As lideranças partidárias querem dar uma grande demonstração de união e coesão em torno dos nomes de Expedito Junior e Marcos Rogério. A convenção será transmitida em tempo real por meio de telões, além de interpretação por libras para deficientes auditivos.

Desde o último fim de semana, tanto Expedito Junior, quanto sua esposa Val Ferreira, Marcos Rogério, a presidente regional do PSDB, deputada Mariana e o deputado federal Expedito Neto vêm divulgando vídeos nas redes sociais, convidando a população a participar da convenção. São vídeos que viralizaram e estão com milhares de curtidas e compartilhamentos, demonstrando a aceitação da chapa junto ao eleitorado rondoniense.

Expedito Gonçalves Ferreira Junior nasceu em Guararapes (SP), a 10 de junho de 1963. Foi vereador em Rolim de Moura de 84 a 86, deputado federal por três mandatos (1987, 1995-1998 e 1999-2003), tendo sido o mais jovem deputado constituinte do Brasil e senador de 2007 a 2009.

Em 2009 o então senador Expedito Junior figurou na seleta lista da ONG Transparência Brasil, organismo independente que exerce fiscalização sobre o parlamente brasileiro, entre os senadores que apresentaram projetos mais relevantes. Expedito retirou da gaveta e colocou em tramitação o projeto de transposição dos servidores do extinto território federal, retomou a discussão em torno da dívida do antigo Beron e um especialmente que repercutiu em todo o país, que foi a regulamentação da profissão de mototaxista.

Marcos Rogério da Silva Brito, 39 anos, nasceu em Ji-Paraná. Filho de agricultores, atuou na imprensa por mais de 12 anos. Foi repórter de TV e radialista. Graduado em Direito pela Universidade Luterana do Brasil (CEULJI/ULBRA), e mestrando em Administração Pública (IDP), Marcos Rogério foi vereador em Ji-Paraná e eleito e diplomado deputado federal nas eleições de 2010, pelo PDT. Atualmente é vice-líder do Democratas e presidente do diretório regional, ao qual é filiado desde 2016.

Foi relator do processo de cassação do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, no Conselho de Ética e Decoro Parlamentar. É cristão evangélico, membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus.

Facebook Comments