PSB não fecha com MDB nas eleições majoritárias em Rondônia

Daniel Pereira poderá entrar em campo por forças das circunstâncias

PORTO VELHO- O acordo foi só para as eleições de 2014. PSB até que tentou, mas o MDB não quis continuar a aliança nas eleições para prefeito em 2016 quando Mauro Nazif (PSB) precisava tanto se reeleger. Mas, o MDB preferiu lançar Williames Pimentel e deu Hildon Chaves (PSDB).

Nestas eleições de 2018, o PSB já amadurecido e escaldado, não vai mais querer papo com o MDB. Não mesmo! Depois da divulgação daquele fracassado plano de chantagear o governador de Rondônia, Confúcio Moura (MDB), engendrado pelo presidente da Assembleia, Maurão de Carvalho (MDB), o PSB quer passar longe do partido. Lembrando que Daniel Pereira não tem nenhuma rusga com o governador Confúcio Moura.

Desta forma, o PSB deverá manter o acordo que ainda tem com o senador Acir Gurgacz (PDT) ao governo de Rondônia, ou alçar voo solo. O prefeito de Ji-Paraná, Jesualdo Pires (PSB), já avisou: “Se houver entendimento com o PDT, Daniel Pereira será candidato ao governo de Rondônia”. Caso Acir desista ou seja impedido de se candidatar, o nome da vez chama-se Daniel Pereira.

Daniel Pereira (PSB) é o vice-governador que poderá assumir os destinos de Rondônia nos próximos dias. Segundo uma fonte, o governador Confúcio Moura deverá se manifestar oficialmente sobre se fica ou se sai ao Senado na próxima semana. Ele terá uma longa conversa com Daniel Pereira também na próxima semana.

Há uma grande possibilidade de Confúcio Moura migrar para o DEM de Marcos Rogério, que realiza encontro neste sábado, em Ji-Paraná. Como se observa, ainda está tudo por acontecer em se tratando de sucessão estadual.

Fonte: Mais RO

Facebook Comments