Projeto “Leitura no Bairro”, da Prefeitura da capital, será realizado neste sábado

0
162


A ação será executada em parceria com a Semes no Porto Madero I

Neste sábado, a partir das 8 horas, a equipe da Biblioteca Francisco Meirelles, que é gerenciada pela Secretaria Municipal de Educação (Semed), leva o projeto “Leitura no Bairro” para o residencial Porto Madero I, na avenida Vieira Caúla, setor leste da capital. Segundo o diretor da Biblioteca, Célio Leandro, por onde o projeto passa tem incentivado centenas de crianças a gostarem da leitura.

“Elas ficam encantadas com os livros, com as histórias, com esse ambiente que montamos no bairro. Para aquelas que ainda não sabem ler temos materiais didáticos que oportunizam, através de gravuras, para que possam entender o contexto da história. Temos ainda materiais em braile para deficientes visuais e uma equipe que dá todo o suporte durante a ação”, disse ele.

O projeto disponibiliza 150 livros com os mais diversos temas infantis, tendas, mesas e cadeiras para acomodação das crianças. “Além dos livros, fazemos contação de histórias, pinturas e brincadeiras pedagógicas. É um momento muito agradável e muito elogiado pelos pais”, destacou, acrescentando que a grande maioria dessas crianças vivem em setores distantes das bibliotecas municipais e esta é uma forma de chegar até elas e incentivá-las a gostar de ler e aprender.

Rua de Lazer

A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Semes) estará promovendo o projeto Rua de Lazer e a equipe da biblioteca aproveitará a oportunidade em que estarão reunidas centenas de crianças para mais uma vez chamar a atenção para a importância da leitura.

O diretor lembrou ainda que o projeto também está sendo levado para as escolas públicas. “Estivemos na Escola Rio Madeira, no Bairro Nova Esperança e foi um grande sucesso. As crianças adoraram, por isso queremos continuar nas demais instituições de ensino do Município”, completou.

Ele esclareceu ainda que os gestores escolares que desejarem que a ação seja realizada em sua unidade de ensino devem entrar em contato com a direção da biblioteca. “Temos escolas que tem seu projeto de incentivo à leitura e queremos somar com o trabalho delas”, frisou.

Comdecom/Semed

Facebook Comments