Projeto de reforma do Ipam é aprovado na Câmara Municipal

Por unanimidade, a Câmara Municipal aprovou o projeto de reforma do Fundo de Assistência Médica do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Porto Velho (IPAM), nesta terça-feira (23).

Na prática, a mudança permite ao Instituto aumentar a contribuição dos associados em 2%. A ideia é fortalecer a receita mensal para equilibrar as contas e permitir a abertura de novos pontos de atendimento aos beneficiários.

“Temos dois institutos, o IPAM Previdência que está com a situação financeira muito boa e o IPAM assistência médica. Esse último passa por algumas dificuldades que serão equacionadas com o projeto agora aprovado pela Câmara Municipal”, explicou o presidente do Instituto, Basílio Leandro.

A reforma tem apoio de servidores municipais. Joelson Chaves, professor e sindicalista, destaca o esforço do prefeito de Porto Velho na elaboração do projeto e do compromisso com os servidores associados.

“Compensa fazer esse reajuste uma vez que muitos de nós não têm condição de manter um plano de saúde. Entendemos que o prefeito fez um bom estudo para manter a assistência médica pelo IPAM”, disse o servidor.

Na votação, o presidente da Câmara, Edwilson Negreiros, também destacou a articulação do Executivo Municipal na aprovação do projeto.

“Ressalto o papel fundamental do Executivo, que cuidou diretamente dessa discussão. Conversando, se entendendo e dialogando para levar o melhor aos servidores públicos”, afirmou o vereador.

O prefeito Hildon Chaves destaca que a aprovação do projeto vai permitir que o IPAM continue com sua saúde financeira e atendendo os servidores associados de forma digna.

“A prefeitura de Porto Velho tem um compromisso com o trabalho valoroso prestado por nossos servidores. Por isso, sempre estudamos a melhor proposta para manter os serviços e benefícios prestados a eles”, finaliza o prefeito.

O projeto foi aprovado com unanimidade pelos vereadores na primeira votação. Ao todo, foram 21 votos. O projeto agora segue para a segunda votação, conforme o regime interno da Casa.

Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação – SMC

Facebook Comments