Programa de Alimentação Escolar é ofertado a 45 mil alunos da rede municipal de Porto Velho

0
135

Com o objetivo de garantir uma alimentação de qualidade e educação nutricional a todos os estudantes da rede municipal, a Prefeitura de Porto Velho segue os padrões previstos pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Cardápio nutricional atende a 45 mil alunos da rede municipal Cardápio nutricional atende a 45 mil alunos da rede municipal

Os cardápios são preparados por um grupo de nutricionistas da Divisão de Alimentação Escolar, da Secretaria Municipal de Educação (Semed), conforme a faixa etária dos alunos e enviados para todas as escolas municipais. No total, são atendidos cerca de 45 mil alunos da creche ao ensino fundamental.

“Esses cardápios são diferenciados para o ensino fundamental, creche e pré-escolar, afinal, são faixas etárias diferentes. Além disso, cada escola tem a flexibilidade de fazer o cardápio de acordo com a aceitabilidade dos seus alunos. Em todos eles, nós calculamos a parte nutricional exigida pelo PNAE, mas também respeitamos a questão da aceitabilidade de cada aluno quanto ao alimento que é fornecido na merenda escolar”, explica a nutricionista Fernanda Miranda.

QUALIDADE

Na prática, a alimentação dos alunos é a mais natural possível, composta por frutas, verduras, carnes, iogurtes, sucos naturais e hortaliças, entre outros itens necessários para o bom desenvolvimento físico e intelectual das crianças. Produtos achocolatados, ultraprocessados e bebidas lácteas estão fora dos cardápios nas escolas da rede municipal de Porto Velho.

Município privilegia alimentos da agricultura familiar na merenda escolarMunicípio privilegia alimentos da agricultura familiar na merenda escolar

“A gente se preocupa com o teor do cardápio diferenciado e qualitativamente estudado, para que os alunos possam progredir no aprendizado e nas questões cognitivas. A criança que come melhor aprende melhor e permanece com mais atenção durante a aula”, comenta a nutricionista.

AGRICULTURA FAMILIAR

Pelo menos 30% dos produtos servidos na merenda escolar devem ser adquiridos da agricultura familiar. A regra é estabelecida pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), que repassa parte dos recursos e busca incentivar e valorizar os produtores, além de proporcionar uma alimentação com maior valor nutricional às crianças.

Em 2021, 58% do recurso federal (PNAE) destinado para a merenda escolar no município de Porto Velho foi investido na aquisição de produtos da agricultura familiar.
Atualmente, são investidos cerca de R$ 1,3 milhão ao mês na aquisição de produtos para a merenda dos alunos, sendo que parte desse valor tem a contrapartida do município.

Fonte: Assessoria