O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau), realizou na última sexta-feira (7), mais um treinamento para os profissionais de saúde que estão atuando na linha de frente no combate ao novo coronavírus. Cerca de 40 profissionais entre médicos, enfermeiros e fisioterapeutas do Hospital de Campanha de Rondônia – Unidade Zona Leste (antigo Cero), participaram da capacitação, que envolve paramentação, desparamentação, intubação e pronação de pacientes, parada cardiorrespiratória, noções básicas de ventilação mecânica, reanimação cardiopulmonar, entre outras emergências.

“É muito importante essa capacitação, pois esses novos profissionais estão agora num cenário de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) e emergência, atendendo pacientes com Covid-19 em situação grave, por isso a necessidade de treinar simulação, para que eles tenham um manuseio prático, que é diferente da teoria. Claro que todos eles estudaram para estarem aqui, todos são formados e capacitados, porém a realização desse treinamento vem agregar ainda mais seus conhecimentos”, disse o diretor clinico do Hospital de Campanha de Rondônia, Maxwendell Batista.

A médica Yasmin Justiniano, faz parte da equipe de novos profissionais que estão atuando na unidade (antigo Cero), que participou do treinamento. “Essa capacitação, nos ajuda na prática e relembrar tudo aquilo que estudamos, colocando em movimento as condutas e os protocolos corretos, e principalmente, evitar erros, é uma doença nova e com condutas diferentes, para nós é importantíssimo esse treinamento”, destacou a médica.

O Governo de Rondônia está investindo nesses treinamentos, capacitando principalmente os profissionais da linha de frente no combate ao novo coronavírus.

“Importante frisar que essas capacitações são feitas com frequências, sábado fizemos novamente com a equipe do Hospital de Campanha de Rondônia, e em breve faremos novamente com a equipe do Cero, além de outros profissionais das unidades do interior do Estado, que passaram por essa mesma capacitação. Isso é somar, são profissionais já capacitados, que estão sempre querendo se aperfeiçoar ainda mais”, destacou o médico Maxwendell Batista.

Fonte: Secom

Facebook Comments