Produtores de Rondônia economizam R$ 10 milhões em emissão do CAR

 

Mutirão beneficiou cerca de 1,5 mil propriedades rurais do estado
Mutirão beneficiou cerca de 1,5 mil propriedades rurais do estado

O mutirão para emissão do Cadastro Ambiental Rural (CAR), realizado pela Emater/RO, com apoio das secretarias de estado da Agricultura (Seagri) e do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), beneficiou cerca de 1500 propriedades rurais de uma só vez. Os atendimentos foram regionalizados, beneficiando diversos municípios do estado e gerando para os agricultores uma economia no valor de mais de R$ 800 mil.

O prazo definido em lei para emissão do CAR será encerrado no dia de maio de 2016. Criado pela lei 12.651/12, que rege o novo Código Florestal, o CAR é um registro eletrônico obrigatório para todas as propriedades rurais. Sua finalidade é integrar as informações ambientais referentes à situação de áreas de preservação ambiental, reservas, florestas e remanescentes de vegetação nativa, a fim de constituir uma base de dados estratégica para o controle ao desmatamento das florestas e demais formas de vegetação. “É a identidade da terra e, sem ela fica difícil para o produtor plantar, cultivar, colher e vender sua produção”, explica o presidente da Emater/RO, Luiz Gomes Furtado.

Somente no mutirão realizado nos dias 28 e 29 de outubro foram emitidos 1.498 cadastros, com envolvimento de 75 profissionais. Se os produtores rurais tivessem que desembolsar recursos para emitir os documentos, juntos teriam desembolsado R$ 823.900,00, já que o valor cobrado pela iniciativa privada é de aproximadamente R$ 550,00 por documento.

Até o final de outubro deste ano, segundo dados consolidados, a Emater/RO já emitiu um total de 17.462 cadastros, o que representa um valor de R$ 9.603.550,00, ou seja, quase R$ 10 milhões de reais em ajuda aos produtores rurais para emissão do CAR. Segundo Furtado, ainda há muito que se fazer. “Precisamos, de forma conjunta entre Emater, Seagri e Sedam, nos esforçarmos para finalizar a emissão de todos os cadastros até o dia 5 de maio de 2016, data esta definida em lei”. A partir desta data, as instituições financeiras que oferecem crédito a produtores rurais passarão a exigir o comprovante do CAR.

Facebook Comments