Mutirão online vai atender quem tiver dívidas em atraso por meio da plataforma consumidor.gov.br

O Governo de Rondônia, por meio do Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) em Rondônia, realiza no período de 15 a 31 de março o Mutirão Virtual para Renegociação de Dívidas em parceria com o Procons Brasil e a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça.

A proposta é para que pessoas possam resolver problemas financeiros e sair da lista de restrições, ou seja, negociar diretamente via internet em caso de débito. O atendimento é totalmente online e gratuito.

O publico alvo é quem tiver dívidas em atraso com as 993 empresas cadastradas na plataforma Consumidor.gov.br. “Estão à disposição do consumidor parcelamentos, acordos, negociação de dívidas para limpar o nome e reconquistar o crédito”, explicou o coordenador estadual do Procon, Ihgor Rego.

O Procon já realizou esse tipo de mutirão de forma presencial, mas devido a pandemia do coronavírus este ano o mutirão acontece online. Para ter acesso às negociações, basta a pessoa fazer o cadastro na plataforma e seguir o passo a passo. O Procon também preparou um vídeo explicando como vai funcionar o mutirão. “Ao escolher a empresa cadastrada, o consumidor acena que quer renegociar a dívida e o Procon Rondônia vai intermediar nessa negociação, caso seja necessário, para que o consumidor consiga quitar a sua dívida e limpar o seu nome, reconquistando crédito junto ao comércio, sem precisar sair de casa”, orienta o coordenador.

Para o fechamento do acordo depende da aceitação das duas partes e o desconto varia dependendo da oferta da empresa credora. Em caso de discordância, o Procon pode intermediar uma contraproposta para resolver a questão. “O mutirão é um canal de diálogo para facilitar esse acordo entre o consumidor e as empresas e resolver as pendências financeiras”, salienta o coordenador.

A plataforma consumidor.gov.br reúne reclamações feitas em todo o Brasil. A região Norte do país concentra o menor índice, 3,7%. Em Rondônia foram feitas no total 15.976 reclamações por meio da plataforma.

Fonte: Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments