sempedec_esbr_800px_01A Prefeitura de Porto Velho e a Empresa Energia Sustentável do Brasil (ESBR) vão trabalhar em parceria para atender a determinadas necessidades de comunidades localizadas na área de influência da Usina de Jirau. São elas a recuperação de linhas vicinais, a construção de uma casa de farinha, a construção de uma agroindústria para beneficiamento de polpas de frutas e a construção da feira de Nova Mutum.

    A reunião para acertar prazos e detalhar as ações aconteceu na manhã desta terça-feira (07), no gabinete do secretário municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric), com a presença do secretário municipal de Projetos Especiais e Defesa Civil (Sempedec), Vicente Bessa, de Álvaro Amaral, chefe de Gabinete da Semagric, e de Mariana Martins, analista institucional da ESBR. A atuação da Usina de Jirau na parceria é computada como medida de compensação social.

    A recuperação das linhas vicinais acontecerá na região entre Jaci Paraná e Abunã, cabendo à ESBR a doação de tubos ármicos, bueiros, manilhas e parte do maquinário para a construção de pontes. À Semagric cabe a elaboração do projeto, o provimento de cascalho e as máquinas para abertura, encascalhamento e nivelamento de vias.

    A casa de farinha, a agroindústria de beneficiamento de popas de frutas e a feira do produtor rural serão todas edificadas em Nova Mutum. A ESBR construirá os prédios e a estrutura da feira, a Semagric doará equipamentos. “Temos avançado bastante nas relações de parcerias entre a Prefeitura de Porto Velho e a ESBR. Esta é uma das principais atribuições da pasta que eu lidero. A Prefeitura e toda a sociedade portovelhense tem muito a se beneficiar de uma relação madura e bem delineada entre as duas instituições”, disse o secretário da Sempedec.


Por Renato Menghi | Fotos: Medeiros

Facebook Comments