RIO DE JANEIRO- O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves (PSDB) não está entre os primeiros do Brasil a cumprir mais promessas de campanha mas, também, não é dos piores. Assim como os demais, em 12 meses de mandato, Hildon Chaves conseguiu realizar 39,39% das promessas de campanha registradas no TSE, segundo. O prefeito que mais cumpriu promessas de campanha (75%) foi o de Porto Alegre (RS), Nelson Marchezan Júnior (PSDB), do mesmo partido de Hildon Chaves. O pior prefeito do Brasil chama-se  Clécio Luis (REDE), de Macapá (AP)  que cumpriu apenas 19,04% das promessas de campanha. O prefeito de São Paulo, João Dória Júnior (PSDB) é o sétimo pior prefeito do Brasil. Cumpriu apenas 32,91% das promessas de campanha em 2017.

Dentre as promessas já cumpridas integralmente pelo prefeito Hildon Chaves, destaca-se a criação da Agência de Desenvolvimento Econômico de Porto Velho; Cinturão Verde de Porto Velho com prioridade na produção de alimentos de mesa, incentivando a agricultura; criou o Centro de Formação e Treinamento de Servidores Públicos Municipais em Porto Velho; nomeou um professor para gerenciar a Secretaria de Educação de Porto Velho, pois, segundo o prefeito, as pastas precisam de pessoas que entendam do assunto; adquriu alimentos produzidos nas propriedades rurais para melhorar a alimentação dos alunos nas escolas de Porto Velho; desenvolveu um programa para recuperar e revitalizar as praças de Porto Velho, áreas de passeio e áreas verdes. Veja aqui todas as promessas cumpridas e não cumpridas.

RANKING DOS PREFEITOS

1. Nelson Marchezan Júnior – Porto Alegre-RS – 75,00%

2. Roberto Cláudio – Fortaleza-CE – 66,66%

3. Carlos Amasha – Palmas-TO – 55,26%

4. Marcus Alexandre – Rio Branco-AC – 53,70%

5. Teresa Surita – Boa Vista-RR – 48,00%

6. Íris Resende – Goiania-GO – 46,66%

7. Geraldo Júlio – Recife-PE – 45,45%

8. Alexandre Kalil – Belo Horizonte-MG – 44,73%

9. Carlos Eduardo Alves – Natal-RN – 42,85%

10. Marquinhos Trad – Campo Grande-MS – 42,22%

11. ACM Neto – Salvador-BA – 40,00%

12. Marcelo Crivella – Rio de Janeiro-RJ – 40,00%

13. Hildon Chaves – Porto Velho-RO – 39,39%

14. Rafael Greca – Curitiba-PR – 38,88%

15. Gean Loureiro – Florianópolis-SC – 38,70%

16. Zenaldo Coutinho – Belém-PA – 38,46%

17. Edivaldo Holanda Júnior – São Luis-MA – 37,83%

18. Rui Palmeira – Maceió-AL – 34,28%

19. Edvaldo Nogueira – Aracaju-SE – 33,33%

20. João  Dória Júnior – São Paulo-SP – 32,91%

21. Luciano Resende – Vitória-ES – 31,48%
22. Luciano Cartaxo – João Pessoa-PB – 31,14%
23. Arthur Virgílio Neto – Manaus-AM – 30,35%
24. Emanuel Pinheiro – Cuiabá-MT – 27,77%
25. Firmino Filho – Teresina-PI – 20,00%
26. Clécio Luís – Macapá-AP – 19,04%
OS 10 PIORES PREFEITOS DAS CAPITAIS BRASILEIRAS
1. Clécio Luis – Macapá-AP – 19,04%
2. Firmino Filho – Teresina-PI – 20,00%
3. Emanuel Pinheiro – Cuiabá-MT – 27,77%
4. Arthur Virgílio Neto – Manaus-AM – 30,35%
5. Luciano Cartaxo – João Pessoa-PB – 31,14%
6. Luciano Rezende – Vitória-ES – 31,48%
7. João Doria Jr. – São Paulo-SP – 32,91%
8. Edvaldo Nogueira – Aracaju-SE – 33,33%
9. Rui Palmeira – Maceió-AL – 34,28%
10. Edivaldo Holanda Junior – São Luis-MA – 37,83%
(*) Plano de governo registrado no TSE efetivamente cumprido e parcialmente cumprido, devidamente avaliado pelo G1.
(**) Critério de desempate: percentual de promessas efetivamente cumpridas.
(***)Brasília não possui prefeito, pois é administrada pelo Governador do Distrito Federal.
Fontes:
 MAIS RO com informações do G1

 

Facebook Comments