Ao longo do sábado, dia 10 de setembro, o aeroporto de Porto Velho registrou a presença de fumaça na região. Segundo os dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), em 48 horas foram registrados 423 focos de queimadas no município de Porto Velho, tornando-o a cidade do Brasil com o maior número de queimadas detectadas pelo satélite Aqua-Modis. O mês de setembro historicamente é o mês com o maior número de focos de queimada sobre o estado de Rondônia, com média de 5.242 focos. Em segundo lugar aparece o mês de agosto, com 3.207 focos (fonte: INPE).
Na imagem a seguir é possível ver a imagem gerada pelo satélite Terra Modis das 11h50 (horário de Brasília) do dia 10 de setembro de 2016. As áreas esbranquiçadas indicam a presença de fumaça. Os pontos vermelhos no mapa indicam os focos de queimadas detectados pelos dois satélites Modis (Terra e Aqua).

Foto: Climatempo
Figura 1 – Imagem do satélite Terra-Modis ás 11h50 do dia 10 de setembro de 2016. Fonte: NASA

 

Na Figura 2 é apresentada a composição das imagens do mesmo satélite. Nessa imagem é possível observar que o sul do Amazonas e do Pará, o Acre e também Mato Grosso estão cobertos por fumaça gerada pelas queimadas dessas regiões.


Foto: Climatempo
Figura 2 – Imagem composta do satélite Terra-Modis do dia 10 de setembro de 2016. Fonte: NASA

Facebook Comments