Em um grande evento realizado na Talismã 21, neste sábado (21), o Governo do Estado de Rondônia realizou o sorteio público para os candidatos inscritos e aptos a concorrer as moradias do residencial Orgulho do Madeira, o maior empreendimento habitacional de interesse social, já construído na capital.

Sorteio contemplou mais de mil pessoas

” É com muita satisfação que chegamos a etapa de sorteio para o grupo geral onde mais de 11 mil famílias que se inscreveram nos programas habitacionais poderão concorrer as casas e apartamentos do Residencial Orgulho do Madeira e conquistar o direito a moradia que é um direito de todos”, destacou o governador Confúcio Moura, durante a solenidade do evento.

Sorteio das casas_Orgulho do Madeira_21-06-14_Foto_Daiane  Mendonça (5)

O Residencial Orgulho do Madeira é fruto da parceria entres programas Minha Casa Minha Vida do governo federal e Morada Nova do governo estadual e conta com o investimento total  na ordem de mais de R$ 258 milhões. ” O Governo do Estado investe recursos financeiros, na forma de contrapartida para viabilizar a construção de  moradias de qualidade com toda infraestrutura urbana para garantindo moradias dignas às famílias de baixa renda”, ressaltou Confúcio Moura.

Mais de 13 mil pessoas acompanharam o sorteio das casas

O prefeito de Porto Velho Mauro Nazif, elogiou a atuação do governo na execução dos programas habitacionais. ” Temos um déficit de quase 30 mil moradias em Porto Velho com os empreendimentos do Governo Federal e do Governo do Estado, e mais os que a prefeitura tem para concluir, vamos reduzir consideravelmente este déficit”, frisou.

Nilciane Amaral da Silva

Uma das contempladas no sorteio foi, Nilciane Amaral da Silva, de 28 anos, ela é feirante, tem três filhos e mora com os pais. “Ainda em outubro de 2013 fiquei sabendo das casas na internet e vim fazer a minha inscrição, aqui mesmo na Talismã”, conta Nilciane. “Tive que dormir de um dia para o outro para garantir meu lugar na fila e pegar uma senha”, conta. “Não pago aluguel, mas ainda assim estava na expectativa de ter meu lugar.

Tenho três filhos um de seis, um de nove e o mais velho com treze e eu e meu marido trabalhamos muito”. Para o sorteio Nilciane chegou as 4hs da manhã e já tinha toda uma estrutura pronta. “Quando chamaram meu nome foi uma emoção muito forte, pensei que ia passar o dia todo aqui mas fui uma das dez primeiras sorteadas”, diz a feirante. “Agora vou ter a minha casa e a certeza de um futuro melhor para mim e minha família”, afirma.

Sorteio1 21-06

Renata Magalhães Aguiar é natural de Porto Velho, aos 33 anos e com cinco filhos, Renata se desdobra entre cuidados com a família e o trabalho de vigilante. Mora em uma casa com três quartos que reparte com o pai. Ela relata a primeira vez que ouviu falar do Programa Morada Nova. “Eu estava de plantão quando vi em um canal de tv. Cheguei por volta das 07h e fui atendida às 17h.

Renata Magalhães

Da inscrição pra cá sempre tive esperança de ganhar, é lógico que por vezes fiquei em dúvida, mas graças a Deus que ganhei e estou muito feliz. Para o futuro espero organizar a minha casa e dar uma vida mais digna para os meus filhos e quem sabe mais pra frente até comprar um carro”, sorri a vigilante.

Lorival Macário

O Idoso Lourival Macario Sousa de  67  anos é cearense, há 25 anos morando em Rondônia, trabalhou durante este tempo com mecânica e suspensão de caminhões. Viúvo e com três filhos, mora de favor em um quarto . “Vi a chamada para a inscrição na Tv e desde que me inscrevi sempre esperei, fiz pensando que ia ganhar. Tendo agora meu lugar melhora a minha condição e ainda mais agora que minha condição já não esta mais tão boa é um alivio saber que vou ter o meu lugar”, afirma seu Lourival.

Secretário Marcio Felix

O secretário de Assistência Social de Rondônia, Márcio Felix, explica que os que candidatos que não foram sorteados, estão cadastrados em um banco de dados do Programa Morada Nova e na atualização do cadastro, poderão concorrer ainda, a mais 8.189 moradias que já estão em construção na capital.

” Estamos realizado o maior programa habitacional da história de Rondônia, são 20 mil casas em construção em todo estado. Aqui em Porto Velho, temos mais 4 empreendimentos com mais de 8 mil moradias em ritmo de construção acelerado”, afirmou Márcio Felix.

Além dos candidatos  sorteados, o programa contemplou ainda 696 inscritos que homologaram, ou seja, alçaram de 5 até 6 critérios dos seleção e ganham a oportunidade de receber a moradia sem participar do sorteio.

Sorteio das casas_Orgulho do Madeira_21-06-14_Foto_Daiane  Mendonça (5)

Participaram dos programas habitacionais as famílias que atenderam os seguintes critérios de seleção:  residentes em área de risco ou insalubres; mulher responsável pela unidade familiar; famílias que façam parte pessoas com deficiência; situação de vulnerabilidade social; que residam na cidade de Porto Velho no mínimo há 5 anos e famílias com menor renda per capta.

 

 

Fonte
Texto: Luana Lopes
Fotos: Daiane Mendonça e Ésio Mendes
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments