Por Roberto Kuppê

Congresso Nacional

Congresso_Nacional_BR_noiteÉ de comum a conclusão de que o Congresso Nacional concentra o maior número de políticos corruptos e corruptores por metro quadrado. Tudo começa e termina ali. Nos últimos dias o Congresso tem se mostrado lastimável e desrespeitoso não só com a presidenta Dilma, mas, com o povo brasileiro.

Operação Ludus

E o deputado federal eleito Lúcio Mosquini (PMDB) acabou na prisão por conta de mal feitos. É um golpe na base de sustentação do governador Confúcio Moura (PMDB) para o segundo mandato. Advogados de Mosquini disseram que, embora apreensivo e surpreso com toda essa situação, aguarda com serenidade e confiança na justiça. A coluna registra aqui a sua indignação pelo fato. Não se concorda com mal feitos sejam ele quem os pratique.

Confúcio

É de consenso que o governador Confúcio Moura (PMDB), deu uma bola dentro ao colocar o jovem e promissor Emerson Castro na Casa Civil, retirando o casca grossa chamado Marco Antônio Farias, que em nada contribuiu para o diálogo entre as instituições. Emerson Castro tem credibilidade e competência. Vai fazer a diferença.

Faceboy

Com a assunção de Emerson Castro ao posto de Chefe da Casa Civil, os amigos do novo poderoso vão ficar sem suas postagens diárias no Facebook. Pelo menos a frequência será menor. O posto requer mais dureza na postura e uma vida mais protocolar.

Seduc

Simpática e inteligente a nova secretária da Educação (Seduc), Fátima Gavioli (com um “l” só), oriunda da representação de ensino de Cacoal. Gavioli veio chegando e agradando a galera da Seduc. Mais um acerto do governador.

Erros do governador

O governador Confúcio Moura precisa ser mais ágil nas respostas. Demora (muito) a decidir questões cruciais e pontuais. As mudanças que vem fazendo no governo estão sendo feitas em doses homeopáticas, ou seja, muito devagar.

Decom

Quanto ao amigo desportista e jornalista Domingues Júnior, para o Decom, a turma recebeu com ressalvas e “senões”. Segundo um internauta, ele traiu o Acir, que foi buscá-lo no Paraná. Quando estava “numa boa” na Rede TV, foi pra Record, por dinheiro. Depois deixou o Everton e foi abraçar o Sérgio Reis, por vaidade. Já o jornalista Paulo Andreoli, o chama de “defensor” do Roberto Sobrinho, ex-prefeito de Porto Velho. Difícil alguém agradar a todos, né?

Decom 2

Por outro lado, outro pretendente ao cargo, a jornalista Edna Kobayashi, seria uma indicação de empresários do ramo de comunicações não alinhados com o governo, ou seja, oposição.  Precisamente ela servia-se de office girl da turma do achaqueagora.

Bancada da bala

Se depender de um grupo de deputados, dentre eles o derrotado e inelegível Moreira Mendes (PSD), o brasileiro vai poder ter não só uma, mas, nove armas em casa. O Projeto de Lei 3722/2012, que modifica o Estatuto do Desarmamento (Lei nº 10.826/2003) está em discussão no Congresso Nacional.  Em resumo, o texto permite a posse de armas em casa, no local de trabalho (se for dono do estabelecimento) ou em propriedades rurais, aumentando o número de armas e munições por cidadão.

Bancada da bala 2

Entre os pontos polêmicos da proposta está o que garante ao cidadão, sob certas condições, o direito de adquirir e portar na rua até nove armas de fogo. O texto também aumenta o número de munição para portadores de armamento: de 50 balas por ano para 50 balas por mês. A proposta enfrenta resistência do governo, que prefere manter as diretrizes da atual legislação. É um absurdo.

 

 

 

 

 

Facebook Comments