POLICLÍNICA OSWALDO CRUZ JÁ COMEÇA OPERAR COM CAPACIDADE MÁXIMA

 

Governador destaca humanização no atendimento ao usuário; Sistema moderno mostra ser robusto e funciona bem no primeiro dia da nova POC
Governador destaca humanização no atendimento ao usuário; Sistema moderno mostra ser robusto e funciona bem no primeiro dia da nova POC

O governador Confúcio Moura classificou a inauguração da nova Policlínica Oswaldo Cruz como um novo e moderno ciclo no atendimento à saúde em Rondônia. Ele disse que o destaque não fica só para a grandeza da rede física do empreendimento, mas principalmente, a humanização do atendimento aos usuários do SUS.

Com área construída superior a sete mil metros quadrados, a nova Policlínica Oswaldo Cruz (POC) começou nesta terça-feira sua nova fase. Mesmo em estado de “testes”, o sistema que gerencia todos os agendamentos de consultas funcionou acima das expectativas do setor técnico e a policlínica atende com sua capacidade máxima.

POC2No total, a unidade é composta de quatro pavimentos além do térreo, equipados com que há de mais moderno no mercado em termos de mobiliário e equipamentos, e tecnologia de informação.
A policlínica já começou a operar com sua capacidade máxima em 40 consultórios, recepção para acomodar confortavelmente 180 pessoas, 34 especialidades médicas, 110 médicos e 40 profissionais multidisciplinares, como: fisioterapeutas, fonoaudiólogos, assistentes sociais, entre outros, o que aumentará em 25% a capacidade de consultas, exames e atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com maior agilidade e conforto.

Segundo o secretário estadual de Saúde Williames Pimentel, a direção trabalha com a expectativa de realizar, pelo menos, mil consultas diárias. Deste número, cerca de 70% são pacientes da Capital e o restante de cidades do interior de Rondônia, sul do Amazona, Acre e Mato Grosso.

POC1A policlínica começou a atender – agendar as consultas – para as especialidades de oftalmologia, ginecologia, neurologia, otorrinolaringologia, cardiologia, clínica médica, cirurgia geral, ortopedia de joelho e ortopedia geral. Após ajustes é possível ultrapassar a cota de mil consultas em média por dia.

Programas

De acordo com o Williames Pimentel, os programas já existentes como: saúde do idoso, TFD, serviço de atendimento especializado em doenças sexualmente transmissíveis (SAE/DST), hanseníase serão incrementados e outros desenvolvidos.

Avanço na Medicina

O governador destacou o empenho de todos os servidores que se dedicaram para que a obra fosse entregue à população. Com quase 40 especialidades e uma estrutura moderna, a POC deve atender pelo menos mil consultas por dia, um marco na medicina do Estado.

Confúcio Moura diz acreditar que serão necessários pelo menos 60 dias para que pacientes e servidores se familiarizem com o moderno sistema de tecnologia de informação utilizado para gerenciar toda a policlínica. A partir de agora, a população não precisará mais dormir na POC, enfrentar filas e disputar com pessoas alheias, o direito à consulta, explica Confúcio.

Outro ponto positivo citado pelo governador é que tudo será feito em parceria com as unidades básicas de saúde e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em todos os municípios de Rondônia. “O paciente só virá para POC no dia e hora agendados pelo sistema. Será chamado pelo nome e encaminhado ao médico responsável pelo atendimento”, disse o governador.

Texto: Zacarias Pena Verde

Fotos: Marcos Freire

Facebook Comments