gov-daniel-01A aprovação pela Assembleia Legislativa do projeto que trata da reorganização e realinhamento de remuneração dos policiais militares e bombeiros militares de Rondônia foi explicada nesta quarta-feira (28), no auditório do Palácio Getúlio Vargas. Membros das associações representativas das categorias participaram do ato.

Depois de ser debatido desde 2014 pela Assembleia e amplamente debatido por membros das corporações e seus familiares, o projeto foi votado favoravelmente. Uma das novidades é o fim do serviço voluntário, que era feito nos momentos de folga dos policiais, e cuja remuneração reforçava a renda familiar. O vice-governador Daniel Pereira afirmou que a vitória é fruto da união e do reconhecimento ao valor o setor tem para o estado.

Para o  comandante da Polícia  Militar, coronel PM Fernando Luiz Brum Prettz, a reorganização e remuneração são significativas: “O valor da classe é reconhecido e recompensado”. Prettz apontou o governador Confúcio Moura como o responsável pelas conquistas, porque acatou as demandas apresentadas. “Chegou ao fim o tempo em que as reivindicações eram conseguidas à custa a pressão e de quartéis fechados”.

Segundo o secretário adjunto da Casa Civil, Vitorino Cherque, apesar do momento de contingência vivenciado pelo estado a área de segurança não foi afetada, o que significa que o valor dos profissionais do setor é reconhecido. A confiança nas instituições foi o tema do pronunciamento do coronel bombeiro Lioberto Caetano. A valorização da área de segurança, segundo ele, veio no tempo certo. “Vamos avançar nas conquistas, mas, tudo será no momento correto”, concluiu.

Nágila Maria, representante da Associação das Esposas e Familiares dos Policiais e Bombeiros Militares, falou em nome das entidades de classe.  Afirmou que pela primeira vez o comando da Polícia Militar chamou as associações para debater temas de interesse da categoria e previu novas vitórias.

“É coerente com a minha história”, disse o vice-governador Daniel Pereira, último orador. Ele destacou outros avanços obtidos favoravelmente para policiais e bombeiros militares quando cumpria mandato de deputado estadual. Na condição de servidor público, lembrou sua atuação no processo que culminou com a aprovação do projeto.

Empenho de todos

O vice-governador disse que até 2002, a PM tinha tratamento igual ao dado à Polícia Civil em relação aos salários. A correção não foi possível no ano passado por causa da legislação eleitoral, mas o governador Confúcio Moura determinou que fosse providenciado no início deste ano. “A conquista, afirmou, também se deve ao fato das categorias terem participado com o mesmo empenho.”

Participaram ainda do ato o ouvidor geral Vicente Moura, o deputado estadual Edson Martins, o deputado estadual eleito Cleiton Roque e o secretário da Segurança, Defesa e Cidadania, Antônio Carlos dos Reis.

Fonte
Texto: Nonato Cruz
Fotos: Bruno Corsino
Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments