O criminoso Gabriel Tatiã do Nascimento., 21 anos, foi preso na noite de segunda-feira (17), acusado de participação no roubo seguido de sequestro mediante a exortação, praticado contra uma mulher de 40 anos e uma bebê de apenas 1 ano, no momento em que elas chegaram em uma residência, localizada no Bairro Cidade do Lobo, na Zona Sul de Porto Velho.

O crime mobilizou várias equipes das policias Civil e Militar. As vítimas saíram ilesas.

Os policiais militares foram informados pelo esposo da vítima que os criminosos teriam roubado a caminhonete modelo Hilux e a obrigaram a entrar no carro com sua neta.

Rapidamente as diligencias iniciaram, e os policiais foram informados que um policial à paisana teria encontrado o carro ainda com os criminosos dentro. Ele perseguiu, os bandidos, que bateram o veículo em uma árvore e fugiram correndo. Na fuga ainda efetuaram disparos contra o militar, que revidou.

Após a batida, os criminosos fugiram. Os policiais encontraram o aparelho celular de um dos bandidos no interior do veículo.

Localizada pelos policiais em uma casa próxima, a vítima contou que foi abordada no momento em que chegava na residência da nora com a neta, quando foi abordada por dois criminosos armados anunciando o assalto.

Durante o percurso, a vítima ouviu os bandidos conversando e dizendo que estavam indo para o residencial Orgulho do Madeira para pegar outro comparsa, que ficaria responsável por levar a caminhonete para o município de Guajará-Mirim.

Com as vítimas dentro do carro, eles se deslocaram até uma conveniência, na Avenida Plácido de Castro, mas resolveram fazer o retorno e seguiram para a Zona Sul da cidade, onde soltaram a mulher com a criança em uma estrada de chão.

Dinheiro

Ainda segundo a ocorrência, o bando também tentou extorquir dinheiro do marido da vítima. Um dos criminosos fez uma ligação de número privado e exigiu R$ 8 mil para que as vítimas fossem liberadas.

Os bandidos ameaçaram cortar um dos dedos da mulher, caso o pedido não fosse atendido. Desesperado, o homem não conseguiu negociar com os bandidos e passou o telefone para o enteado, que continuou a negociar com os criminosos. O homem não chegou a enviar o dinheiro.

Durante as diligências e do outro lado da cidade, os policiais conseguiram abordar o criminoso Gabriel, na Avenida Mamoré. Questionado, ele confessou ter participado do crime.

O marido da vítima reconheceu a voz e disse que era ele quem estava exigindo dinheiro para que a mulher e a criança fossem liberadas.

O criminoso recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Central de Flagrantes.

Fonte: Rondoniagora

Facebook Comments