A plataforma Escola Virtual, construída pela Prefeitura de Porto Velho exclusivamente para atender as aulas remotas e sem qualquer custo na rede municipal de ensino, foi apresentada no encontro virtual Iniciativas Criativas e Tendências para a Educação ao Redor do Mundo, na quarta-feira (17).

A Escola Virtual foi desenvolvida pela Superintendência Municipal de Tecnologia da Informação (SMTI). A apresentação no evento virtual foi feita pela secretária Gláucia Negreiros, da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

Participaram do encontro virtual secretários de educação de Curitiba (PR), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), João Pessoa(PB) e Aracaju(AL), além de Gláucia Negreiros.

Durante a reunião foram compartilhadas iniciativas e experiências inovadoras para as atividades remotas no período de pandemia da Covid-19.

“É uma ferramenta tecnológica extraordinária e exitosa, que consegue alcançar 40% dos alunos da rede municipal. Além disso, conta com modernos recursos e o grande diferencial que é ser exclusiva da Prefeitura de Porto Velho”, explicou a secretária da Semed.

APRENDIZADO

A mediadora do debate foi a doutora Lea Cecília Waismann, de Israel, vice-presidente de pesquisa e desenvolvimento da MindCet, uma empresa de tecnologia educacional israelense. “A crise do coronavírus é uma oportunidade única para os responsáveis pela educação aprenderem uns com os outros e cooperarem para o desenvolvimento de sistemas inovadores, aptos para a era digital”, destacou Waismann.

Gláucia Negreiros considerou o evento de alta importância para Porto Velho, tendo em vista que possibilitou a troca de experiências com outras redes de educação.
“São meios que contribuem para adequar as políticas de ações da Semed, proporcionando melhores resultados na educação nestes novos tempos impulsionados pela pandemia”, resumiu.

 

Fonte: Superintendência Municipal de Comunicação (SMC)

Facebook Comments