pis1

Vilhena – Além das diversas obras de infraestrutura que estão impulsionando a economia dos sete municípios que formam o Cone Sul de Rondônia, o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, anunciou ontem (24), em Vilhena, o início do trabalho de ampliação do programa Água Produtiva, que beneficiará os produtores de peixe da região. “O trabalho começa nos próximos dias e vai permitir a perfuração de tanques em Vilhena. A meta é estimular a atividade em todo o estado, de forma sustentável, em centenas de propriedades rurais”, explicou.

pis2Acompanhado do secretário regional de Vilhena, Ronaldo Alevato, Evandro Padovani iniciou sua agenda com uma reunião com o prefeito de Vilhena, José Rover, que reuniu sua equipe técnica para ouvir detalhadamente o termo de cooperação estabelecido entre a Prefeitura e o Estado nas ações que serão desenvolvidas no município. “Vilhena é o começo desse trabalho no Cone Sul. Vamos beneficiar ainda todos os outros sete municípios”, afirmou.

Segundo Padovani, cada produtor poderá ser beneficiado com até um hectare de lâmina d’água, o que permite a produção de oito toneladas de peixe. Disse que o governo está enviando as máquinas que trabalharão na perfuração. Pelo acordo, a prefeitura será responsável pela manutenção, cedência de técnicos e mais R$ 30 mil reais em combustível. A Secretaria Municipal de Agricultura (Sema) também se comprometeu em acelerar a emissão de licenciamento de propriedades.

Com o acordo, os municípios passarão a receber maquinário para construir tanques de peixes nas propriedades rurais, em parceria com os produtores que receberão assistência técnica da Emater e demais parceiros.

Sobre os maquinários, o Estado fornece as patrulhas mecanizadas – formadas por retroescavadeiras, pá-carregadeira e caminhão-caçamba. “O governador é um grande incentivador dessa atividade, e acredita que a piscicultura vai mudar o perfil econômico do Estado. Além disso, vamos auxiliar o município a melhorar sua produção e incluir a aquisição de peixes na merenda escolar”, disse Padovani.

Em relação ao histórico do Água Produtiva,  o secretário lembrou que o programa iniciou pela região central do Estado. Em 2011, segundo dados da Secretaria de Agricultura, foram escavados 200 hectares de tanques. Em 2012, a meta alcançou 600 hectares.

Visitas

Após a reunião com o prefeito de Vilhena, o secretário seguiu para o pátio de máquinas, onde conversou com o secretário regional de Vilhena, os técnicos envolvidos na parceria do Água Produtiva,  e demais autoridades que estiveram no espaço. Depois concedeu entrevista à imprensa de Vilhena, participando de dois programas de rádio.

Ainda na manhã de segunda-feira, Padovani esteve na Linha 06, Setor Embratel, onde visitou, juntamente com a bióloga Ilce Santos Oliveira, a casa da produtora Ângela Maria Melo, que explicou seu processo de produção e comercialização do leite. Lembrou que trabalha há nove anos e levou a equipe técnica do governo para conhecer seu espaço e o tanque de resfriamento.

Texto e fotos: Eraldo Morais

Assessoria Regional de Vilhena

Fonte: Decom – Governo de Rondônia

Facebook Comments