Pichações exclamam o apoio aos camponeses de Rondônia

Viva a heroica resistência dos Acampamentos Tiago dos Santos e Ademar Ferreira!

Viva a heroica resistência dos camponeses!

Viva a LCP!

Essas são as frases que estampam os muros de Pinhais, região metropolitana de Curitiba.

As imagens demonstram o contundente apoio à luta dos camponeses pobres por um pedaço de terra. Essas ações se juntam à dezenas de outras iniciativas por todo o país. As ações se iniciaram após a Assembleia Popular da Área Tiago Campin dos Santos reunir milhares de camponeses e divulgar nota. Nela, os camponeses declaram que estão decididos a lutar para garantir seu direito à terra.

As pichações recebidas citam nominalmente os Acampamentos Tiago Campin dos Santos e Ademar Ferreira. Ambos ficam localizados na região de Nova Mutum, zona rural de Porto Velho (Rondônia). Uma mega operação está em curso. Ela conta com a participação da Força Nacional e da Polícia Militar e busca despejar as mais de 800 famílias (cerca de 3 mil pessoas).

A nova ordem de despejo foi emitida em 27 de setembro pelo juiz Ilisir Bueno Rodrigues em favor do latifundiário e grileiro, Galo Velho. Tal decisão foi acompanhada pela pronta mobilização de milhares de agentes das forças de repressão (que contam com apoio de helicópteros, muitas dezenas de viaturas e agentes da Força Nacional).

Toda esta movimentação reacionária está sendo acompanhada de uma grande e intensa campanha de apoio aos camponeses ameaçados pelo despejo ilegal. Com mais essa imagem  conclui-se que já tomou todo o país a campanha de denúncia dos crimes do latifúndio e apoio aos camponeses em luta.

 

Facebook Comments