Pecuaristas de Rondônia têm até sexta-feira para declarar vacinação contra febre aftosa

aftosa-640x290A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) alerta aos criadores de bovinos e bubalinos que o prazo para declarar a vacinação contra febre aftosa encerra-se na próxima sexta-feira (20). Até a manhã de hoje (18), 85,6% do rebanho em Rondônia foram declarados, ultrapassando 13,13 milhões de animais.

Mais de 78 mil produtores rurais já declararam a vacinação do rebanho, representando cerca de 85% dos pecuaristas de Rondônia. O setor é um dos maiores segmentos econômicos do Estado. Para fazer a declaração, o produtor deve ir à Idaron levando a nota fiscal de compra da vacina e a relação do rebanho por sexo, faixa etária e se é de corte ou de leite.

Há mais de dez anos, o Estado apresenta índices maiores de 99% de vacinação e declaração nas campanhas de vacinação. Segundo o presidente da Idaron, José Alfredo Volpi, o objetivo nesta etapa é manter esta média. O produtor que não declarar a vacinação poderá ser multado.

O Estado de Rondônia é reconhecido pela Organização Mundial da Saúde Animal (OIE) como área livre de febre aftosa com vacinação desde 2003. O último caso da doença em Rondônia aconteceu 1999, no município de Pimenteiras do Oeste. Rondônia possui o sétimo maior rebanho do país, sendo o quinto maior exportador de carne e o oitavo maior produtor de leite do Brasil.

Fonte
Texto: Amabile Casarin
Fotos: Ailton Ferreira / Idaron
Secom – Governo de Rondônia

Facebook Comments