Patriotismo e integração em RO foram destaques na cerimônia alusiva ao Dia da Bandeira Nacional

O resgate do patriotismo e a integração das forças armadas e policiais foram destaques na solenidade da Formatura alusiva ao Dia da Bandeira Nacional, na terça-feira (19), no Palácio Rio Madeira, em Porto Velho. A cerimônia também contou com um momento de grande emoção com a incineração das bandeiras inservíveis, enquanto todos entoavam o Hino da Bandeira.

“A Bandeira idolatrada, hasteada e homenageada em todos os cantos do nosso país, é bem mais que um estandarte, símbolo da Pátria. Ao tremular majestosa e soberana, afirma a independência de um povo, ao mesmo tempo que alimenta sonhos e avigora esperanças”, declarou a terceiro sargento Anelícia Lau, ao ler a Ordem do dia. A Bandeira republicana foi criada por meio do decreto n°4, em 19 de novembro de 1889.

Após o hasteamento do pavilhão nacional, as bandeiras julgadas inservíveis foram incineradas e, em seguida, o Hino da Bandeira foi entoado por todos os prestigiantes do evento.

Guilherme Gava, do 2° ano do ensino médio da Escola Cívico Militar Tiradentes VII, hasteou a bandeira do Mato Grosso do Sul, durante a solenidade, acreditando que viver esse momento faz parte do aprendizado sobre a importância do símbolo nacional. “Acho muito bom porque é a primeira solenidade que participo, e junto com outras escolas, é importante fazer parte desse momento com o Governo. A gente aprende a ter mais disciplina e ordem, respeito com as autoridades e mais velhos”.

Para o general de Brigada de Infantaria e Selva, Luciano Batista de Lima, não existe um lugar mais bonito no Brasil, com a união de todas as forças, militares e auxiliares em uma cerimônia cívica. “Esse Palácio, na beira do Rio Madeira, num dos Estados mais jovens da Federação, cuja bandeira praticamente extrai da bandeira nacional a sua estrela mais bonita, do céu mais bonito, das matas mais verdes e cujo solo tem muito ouro, muitas riquezas”.

Cerimônia reuniu representantes das Forças Armadas e militares, alunos de escolas estaduais e servidores públicos.

 

No final da formatura, as cinzas das bandeiras inservíveis foram lançadas no Rio Madeira, simbolizando que a Pátria prossegue, a bandeira tornou-se velha, mas o valor do patriotismo e amor à terra permanece. “Não há com certeza um local onde a integração entre as forças seja tão eficiente e não há também um local onde as agências civis contribuam tanto com os objetivos nacionais. Juntos somos mais fortes. Agindo sozinhos não teremos o mesmo sucesso no combate aos ilícitos ambientais, transfronteiriços e mazelas que podem atingir nosso país e nosso Estado”, acrescentou o general.

O governador Marcos Rocha ressaltou em sua fala, emocionado, sobre a importância do resgate ao patriotismo, com respeito aos símbolos nacionais.  “Esta solenidade é extremamente emocionante pra gente, sabendo que uma bandeira estava tremulando até ontem. Hoje ela e outras foram incineradas, representando assim a continuidade”, disse o governador.

A integração e o trabalho em conjunto foi destacado pelo governador de Rondônia.

“Outra bandeira tremula no lugar, assim devemos ser, sabendo do nosso posicionamento em defesa do nosso Estado. A união de esforços de pessoas de bem para fazer o desenvolvimento do nosso país”, disse Marcos Rocha.

A cerimônia reuniu representantes do Exército Brasileiro, Marinha, Aeronáutica, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, secretários do Estado de Rondônia, alunos de escolas estaduais e servidores públicos.

Fonte: Secom

Facebook Comments