PATRIMÔNIO HISTÓRICO – Revitalização do Complexo da Madeira Mamoré começa ainda em setembro

0
107
Foto Marcelo Gladson


Se tudo ocorrer conforme o planejado, ainda em setembro será iniciada a obra do enrocamento (muro de contenção feito de pedras) na margem direita do Rio Madeira, na área do Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré (EFMM). Até o final de 2019, a revitalização do espaço será concluída. Foi o que anunciou o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, na tarde desta quarta-feira, 12.

Durante caminhada pelos trilhos da lendária ferrovia até a Vila Candelária, acompanhado da procuradora do Ministério Público Federal (MPF), Gisele Bleggi, da promotora de Justiça Flávia Mazzini e assessores, o prefeito disse que a ideia é elaborar um projeto para integrar a Vila Candelária ao Complexo da EFMM, como forma de promover o turismo e a valorização da história da cidade.

“O início da obra estava indefinido, mas conseguimos, juntamente com o Ministério Público Federal e Estadual, Governo do Estado e Santo Antônio Energia, construir um modelo necessário para aplicação dos recursos e transformar de uma vez por todas o local em num espaço para utilização da família portovelhenses”, afirmou Hildon Chaves.

Moradias

Gisele Bleggi declarou que a sua principal preocupação é que as obras vão começar, mas ainda tem gente morando dentro do terreno da União. “É preciso conseguir uma liminar na Justiça e levar essas famílias para outra área”, acrescentou Gisele Bleggi.

“Fizemos um acordo judicial para a revitalização da Estrada de Ferro e agora estamos tratando do cumprimento desse acordo”, completou Flávia Mazzini.

Comdecom

Facebook Comments