rioO rio Madeira perdeu o fôlego e o nível não avança. Em medição agora há pouco, a régua da CPRM/ANA verificou queda no avanço, marcando 19,59, baixando quase 15 centímetros em uma semana. Isso é bom. Tudo indica que nos próximos dias a vida poderá voltar ao normal e o trabalhao da Defesa Civil será de reconstrução. Todos os distritos de Porto Velho e cidades ao redor da capital de Rondônia vivem hoje sob água. Aulas paralisadas. A vida parou para mais de 20 mil famílias. Há três dias, porém, as expectativas eram pessimistas. Previa-se que o nível do rio Madeira subiria até  19,80 metros, de acordo com um alerta divulgado na tarde de segunda-feira (31) pelo Centro Regional do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam) em Rondônia.

Facebook Comments