Pantera tem surto homofóbico dentro da sede do PCdoB em Porto Velho (com áudio)

0
2645
Francisco Batista, o Pantera


PORTO VELHO-Contrariando aos princípios do PCdoB, cuja candidata a vice-presidenta do Brasil, Manuela D’Àvila é uma defensora intransigente da população LGBT, o presidente do partido em Rondônia, Francisco Pantera deu um show de intolerância e homofobia no dia de ontem, 25 de setembro.

De acordo com o boletim de ocorrência 176587/2018, lavrado na 4a. DP de Porto Velho, militantes do referido partido declararam que foram agredidos pelo presidente estadual do Partido Comunista do Brasil (PCdoB), Francisco Batista, o Pantera, nesta terça-feira (25) na sede da agremiação política. Segundo o BO, os jovens que são declaradamente homossexuais, estavam com seus respectivos namorados no local onde trabalham, e, somente após a troca de carinho entre um dos casais, foi quando Pantera, de repente, começou a proferir palavrões e ofender os casais. Conforme o áudio e o teor do BO abaixo, Pantera surtou de uma forma como nunca havia acontecido. Com certeza, um ato isolado do Pantera, contrariando todos os princípios do partido em relação ao tema, pois o PCdoB tem posição vanguardista e presta grande serviço a causa por avancos civilizatorios e garante no âmbito partidário mais visibilidade as pessoas LGBT. Manuela D’Ávida, por exemplo, é uma aguerrida defensora da comunidade LGBTI. O caso está sendo investigado.

Facebook Comments