O homem de 28 anos que foi preso suspeito de matar o filho de 1 ano e 5 meses ao bater a cabeça do bebê no chão por diversas vezes, em Cesário Lange (SP), acreditava que o filho não era legítimo, de acordo com o boletim de ocorrência.

Segundo o registro policial, o homem estava sob efeito de álcool e drogas e teria se desentendido com a esposa na quarta-feira (25), quando ocorreu o crime. Em seguida, ele foi até o lado de fora da casa e pegou o bebê que brincava com os irmãos.

A criança foi levada até a cozinha e o homem a agrediu batendo a cabeça no chão por pelo menos cinco vezes. Ainda conforme o boletim de ocorrência, depois o suspeito arremessou a criança já desacordada contra uma parede do quarto.

A mãe da criança, que é testemunha no caso, acionou a polícia. O corpo do menino foi encaminhado para exames necroscópicos na cidade. O homem foi preso por homicídio qualificado por motivos fúteis e cruéis.

Ele já tem passagens pela polícia por agressão ao bebê e a companheira dele, de acordo com o registro policial.

Fonte: G1

Facebook Comments