Agentes da Polícia Civil, através da Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) prenderam por força de mandado judicial um homem de 40 anos acusado de estuprar e engravidar a própria filha de 16 anos. A prisão aconteceu na noite de sexta-feira (11) em uma vila após a ponte do rio Madeira, em Porto Velho (RO).

De acordo com as informações, o homem já vinha cometendo o crime desde que a filha dele tinha 13 anos. O acusado é separado da mãe da adolescente, mas tinha a guarda compartilhada.

Em uma das oportunidades, ele teria levado a menina para a cidade de Manicoré (AM) e ficou sem dar notícias por três meses. A adolescente teria após esse tempo pedido socorro para a mãe por meio das redes sociais. Ela denunciou o crime sofrido praticado pelo próprio pai que inclusive teria o vírus HIV e não usava preservativos durante os abusos sexuais. A adolescente contou que era espancada quando se recusava ter relações sexuais com o pai.

A polícia foi informada do crime e iniciou as investigações. Ele chegou a ser preso em Manicoré, mas como estava fora de flagrante ficou respondendo em liberdade.

A prisão preventiva foi solicitada pela DPCA de Porto Velho e na sexta-feira (11) os investigadores conseguiram dar cumprimento.

Consta ainda em ocorrência que a gravidez da adolescente teria sido interrompida na maternidade municipal de Porto Velho. O exame de HIV feito na vítima deu negativo, mas ela terá que repetir periodicamente.

Fonte: Rondoniaovivo

Facebook Comments