TON2

A meta de erradicar o analfabetismo em Rondônia foi anunciada pelo candidato a governador Padre Ton (PT) ontem (1) a noite em reunião com dezenas de moradores do bairro Eletronorte, Zona Sul de Porto Velho.

“Em nosso Plano de Governo, que é aberto, tem a contribuição da sociedade, temos a meta de erradicar o analfabetismo em Rondônia, cuja taxa é de 8,8%, e combater a insegurança que toma conta do Estado. A insegurança é grande, e não é justo o cidadão que paga imposto viver preso e o bandido solto”, disse Padre Ton, voltando a afirmar que num primeiro momento irá colocar a polícia na rua. 

Na educação, ele registrou a importância do Plano Nacional de Educação (PNE), aprovado recentemente pelo Congresso Nacional, apontando a necessidade do próximo governo construir o plano estadual. 

“Quero ser governador porque quero fazer o plano da educação, colocar água tratada nos bairros. A nossa capital está em primeiro lugar na falta de água encanada e esgoto. É realidade que precisamos mudar.  Precisamos ter orgulho da nossa capital”, disse Padre Ton.

Padre Ton destacou entre outras metas do Plano Nacional de Educação levar creches para todas as crianças.  É possível, ressaltou, o governador ser parceiro dos municípios para “fazer mais pela educação”.

“Inclusive no ensino superior, no ensino básico, creches de 0 a 3 anos e ensino infantil de 4 a 6 anos”, pontuou, lembrando que algo deve ser feito para ampliar vagas para o ensino médio, obrigação constitucional do Estado, revertendo a taxa de 11% de evasão registrada nessa modalidade de ensino.        

Candidata da família

Padre Ton fez um relato da vida familiar e religiosa, dizendo que veio para Rondônia a convite de Dom Antonio Possamai, então bispo de Ji-Paraná, e pediu reflexão para analisar candidatos que “só governam para suas empresas e para a família”.

“Quero tirar o governo das mãos desses que governam só para as empresas ou para a família deles. Já pensou uma candidata da família, decidindo o futuro do Estado no âmbito familiar? Eu quero governar para todas as pessoas, quero ser um governador que olha para a nossa capital. Os governos não olharam para a nossa capital”, registrou Padre Ton. 

Saúde preventiva

Mais uma vez, a exemplo do que fez nos últimos debates e no sábado, durante entrevista à Rádio Meridional de Pimenta Bueno, o candidato Padre Ton disse que está em seu Plano de Governo fortalecer a saúde preventiva, se valendo de programas já existentes, o que possibilitará reduzir gastos com atendimento hospitalar e com especialistas.

“E eu entendo que investir em agua e esgoto é também saúde preventiva. Queremos modificar essa realidade de Rondônia, especialmente da Capital, a cidade que tem o pior ranking em termos de saneamento e água tratada”, disse.

Realizada na rua Serra da Cutia, 3335, a reunião teve a presença da vice Fatinha, elogiada pela sua “seriedade e competência”, conforme os moradores, e deputada estadual Epifania Barbosa, candidata à reeleição. 

Facebook Comments