Ouça áudio de despedida de jovem que foi assassinada pelos próprios amigos

Pouco antes de morrer, Amanda Albach, 21 anos, foi obrigada por um dos suspeitos de assassiná-la a enviar um áudio para uma parente informando que pegaria um carro de aplicativo e retornaria para casa, no Paraná, no dia 16 de novembro. O adio foi divulgado pelo Metrópoles no domingo (05).

Como um dos suspeitos queria despistar as investigações, ele mandou Amanda enviar o áudio para a família. Depois da mensagem, a vítima ainda foi obrigada a cavar a própria cova com uma pá e foi morta dentro dela, com dois tiros.

O corpo da jovem foi encontrado enterrado na Praia do Sol, em Laguna, no Sul de Santa Catarina, na sexta-feira (03). Amanda estava desaparecida desde o feriado de 15 de novembro, quando saiu para o festival Jurerê Internacional.

Três acusados do crime foram presos em Canoas, no Rio Grande do Sul, e seriam amigos da vítima, segundo advogados da família dela. O sepultamento de Amanda ocorreu neste domingo (05).

Até o momento, a motivação do crime seria porque a vítima teria falado ‘demais’ sobre o envolvimento dos amigos com o tráfico de drogas.

Ouça áudio: