Uma solenidade diferente de todas as que já aconteceram no Tribunal de Justiça de Rondônia marcou, na manhã de segunda-feira, 29, a posse de Osny Claro de Oliveira Junior no cargo de desembargador, para preencher a vaga deixada em razão da aposentadoria do desembargador Walter Waltenberg Silva Junior. Como a maioria dos eventos acontecem atualmente, a sessão presencial foi restrita ao presidente e o empossando e sua esposa, porém com participação virtual dos demais membros da Corte.

O ritual também foi adaptado para a nova realidade da pandemia. Osny claro fez o juramento, assinou o livro de posse e recebeu a credencial de desembargador, além da  comenda “Colar do Mérito Judiciário” posicionado em frente à câmera que transmitia a sessão virtual. Tudo para evitar o contato físico recomendado pela autoridades de saúde. Todos os objetos utilizados foram dispostos em uma mesa para que o próprio magistrado pudesse manuseá-los.

O novo desembargador, Osny Claro de Oliveira Junior, foi saudado pelos colegas, que enalteceram a trajetória do então juiz e a sua atuação nas comarcas onde trabalhou, mencionando momentos agradáveis da convivência com o magistrado, especialmente sobre a sua afinidade com os equipamentos que, entre as décadas de 80 e 90, representavam o que havia de mais novo em termos de tecnologias musicais, como aparelhos compact disc digital a laser (CD) e, posteriormente DVDs. Também foram ressaltados detalhes  sobre sua bagagem cultural, como leituras,  gosto pelo cinema, e sua robusta formação jurídica.

Natural de Santos-SP,  Osny Claro de Oliveira Junior chegou em Rondônia aos dois anos de idade, em 1967, com os pais Osny Claro de Oliveira e Terezinha Marques Claro de Oliveira. Iniciou a sua vida escolar no Instituto Laura Vicuña e aos dez anos retornou com seus pais para a sua terra natal, onde cursou os ensinos médio e superior. Formado pela Faculdade de Direito da USP – Largo São Francisco, retornou a Porto Velho em 1987 e, por dois anos, exerceu a advocacia.

Aprovado no 5º Concurso da magistratura de Rondônia, com posse em 7 de março de 1990, Osny  passa a integrar o Tribunal Pleno do Judiciário rondoniense no ano em que completa 30 anos de carreira, com atuação nas comarcas de Alta Floresta do Oeste, Costa Marques, Jaru e Ji-Paraná, sendo promovido para a comarca de Porto Velho em 1995, onde atuou, inicialmente, na Vara do Tribunal do Júri e posteriormente promovido à titular da 3ª Vara Cível de Porto Velho, onde permaneceu até a atual promoção. É pós-graduado em Direito Eleitoral e Processo Eleitoral. Foi juiz eleitoral de primeiro grau e juiz membro do TRE de Rondônia, no biênio 1997/1998.

O presidente do Tribunal de Justiça de Rondônia, Paulo Kiyochi Mori, deu boas vindas ao novo desembargador e fez suas as palavras dos demais colegas a respeito da competência de Osny Claro de Oliveira Junior, parabenizando-o e desejando-lhe felicidade e sucesso, junto aos seus familiares.

Clique aqui para ver o discurso de posse de Osny Claro  na íntegra

Clique aqui para assistor ao desembargador discursando

collagePosseOsny2

Fonte: Assessoria TJ-RO

Facebook Comments