Com a chegada do fim de ano, o número de viagens aumenta. E para garantir a segurança dos passageiros e motoristas, equipes de fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em parceria com a Agência de Regulação de Serviços Públicos Delegados de Rondônia (Agero), o Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura e Serviços Públicos (DER) e a Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte (Semtran) realizaram uma blitz educativa na rodoviária de Porto Velho, no feriado de Natal.

A ação tem como objetivo verificar a qualidade dos veículos de transporte de passageiros, a documentação, entre outros pontos. Os procedimentos fazem parte da  Campanha Nacional “RodoVida”, que está sendo desenvolvida pela PRF desde o dia 20 de dezembro, com previsão de encerramento no próximo dia 31.

“Nós recebemos o convite da Polícia Rodoviária Federal e logo nos prontificamos em dar continuidade a um trabalho que estamos fazendo desde o inicio do ano. E o principal objetivo é orientar os passageiros sobre o uso do cinto de segurança, item essencial para salvar vidas”, explicou Magnum Jorge, da Diretoria de Normatização e Fiscalização de Serviços, da Agero.

A campanha está acontecendo em todo o Estado e, de acordo com dados da PRF, já foram realizadas mais de 158 atividades entre comandos e palestras. Cerca de 792 motoristas foram submetidos ao teste do bafômetro, 1900 veículos foram fiscalizados e aproximadamente 3 mil pessoas foram abordadas.

CINTO DE SEGURANÇA SALVA VIDAS

Durante a ação, várias irregularidades foram encontradas, entre elas a não utilização do cinto de segurança. Quem já viveu momentos de tensão, como é o caso da empresária Graziela Alves, sabe bem o que a falta dele acarreta:

“Nesse fim de semana eu sobrevivi. Sofri um grave acidente e minha caminhonete deu perda total. Só estou aqui contando essa história devido estar usando o cinto de segurança. Foi isso que evitou uma fatalidade”,  alertou a passageira, que já perdeu parentes pela falta do uso do cinto de segurança.

Segundo o responsável pelo policiamento e prevenção de acidentes no município, policial rodoviário federal Marcos Marques, o foco principal da operação “Rodovida” é prevenir acidentes e alertar passageiros.

“Nós estamos abordando cada veículo de transporte, entregando material educativo e alertando sobre o cinto de segurança, e como ajuda a salvar vidas. A falta dele é uma das causas principais de acidentes graves em todo o país. Por isso vamos trabalhar até o dia 31 de dezembro, conscientizando o maior número de pessoas sobre a segurança no trânsito”, enfatizou o policial.

Fonte: Secom

 

Facebook Comments