Por: Cadê Silva

O maior avanço em 26 anos na relação de Israel com o mundo árabe ...

O acordo de paz para a normalização das relações entre Israel e os Emirados Árabes Unidos inclui um compromisso importante. Israel deve suspender a “declaração de soberania sobre áreas delineadas” no chamado ‘Plano de Paz’ de Trump.

Portanto, o governo israelense se compromete a não anexar territórios na Cisjordânia.

O príncipe Mohammed bin Zayed Al Nahyan, dos Emirados Árabes, publicou hoje no Twitter: “Durante telefonema com o presidente Trump e o primeiro-ministro Netanyahu, chegou-se a um acordo para parar mais anexações israelenses de territórios palestinos. Os EAU e Israel também concordaram em cooperar e definir um caminho na direção de estabelecer uma relação bilateral”.

Em seu pronunciamento hoje, Netanyahu destacou que este é “o maior avanço em 26 anos” na relação de Israel com o mundo árabe, e o terceiro acordo de normalização de seu país com os vizinhos.

O primeiro foi com o Egito, assinado em 1979; depois veio o com a Jordânia, em 1994.

Entre outras ações, o acordo vai levar à construção de embaixadas nos dois países e à expansão de laços comerciais.

O líder de Israel também anunciou que os Emirados Árabes vão investir na vacina israelense contra COVID-19.

Fonte: O Antagonista

Facebook Comments