NOVO ESPAÇO ALTERNATIVO JÁ ESTÁ EM OBRAS EM PORTO VELHO

CANAIS DA CIDADANIA: Capital ganhará obra urbanística

Durante obras, pista para caminhada não será fechada, estando o espaço disponível para a prática esportiva
Durante obras, pista para caminhada não será fechada, estando o espaço disponível para a prática esportiva

Considerada uma das mais ambiciosas concepções do Governo da Cooperação, o projeto de revitalização e urbanização de córregos com a construção de locais destinados à prática esportiva e lazer denominado Canais da Cidadania, chega a Porto Velho.

Com investimento estimado em R$ 20 milhões, a obra realizada no Espaço Alternativo teve início em fevereiro. A estrutura prevista no planejamento contará com seis quadras/campos para a prática de futebol society, futsal, vôlei e handebol.

esp1Serão construídas ainda uma pista de skate e 20 academias ao ar livre para atender todas as idades, inclusive portadores de necessidades especiais. Pistas de ciclismo, caminhada, espaços sombreados com bancos para descanso, quiosques, anfiteatro e playgrounds, também constam no projeto.

espe2Para a segurança dos usuários serão instalados bicicletários com capacidade para 45 lugares, 595 postes que garantirão a iluminação do espaço, além de 87 lixeiras distribuídas ao longo dos percursos. Esta obra é considerada de grande importância por se tratar da porta de entrada da cidade por via aérea.

De acordo com secretário Lucio Mosquini, responsável pelo Departamento de Obras e Serviços Públicos (Deosp), a primeira fase do projeto, a macrodrenagem, tem previsão para três meses de serviço. “Mesmo durante o período de chuva, o governador Confúcio Moura deu a ordem de serviço e a empresa contratada já iniciou a obra com a execução da parte mais complexa que é a macrodrenagem”, afirmou Mosquini.

espe4espe5O projeto foi idealizado em três partes. A segunda etapa será a de urbanização onde todas as árvores serão realocadas para ceder espaço ao projeto paisagístico e arquitetônico. Já a terceira etapa será a de instalação dos equipamentos com uma estimativa de três meses para a montagem do parque. Cerca de 200 homens trabalharão no canteiro durante o pico da obra.

Também serão contemplados com o Canais da Cidadania os municípios de Porto Velho, Ariquemes, Buritis, Ouro Preto, Ji-Paraná, Rolim de Moura e Vilhena. No total, serão investidos cerca de R$ 60 milhões na melhoria de vida dos moradores das respectivas cidades.

Texto: Romeu Noé

Foto: Ésio Mendes

Fonte: Decom

Facebook Comments