NOVA MAMORÉ- A coordenadora da campanha do 25, Florismar Barroso Rodrigues, foi condenada a 2 anos de reclusão em regime aberto e ainda perca do cargo público por fraude em licitação. O fato ocorreu na gestão do ex-prefeito José Brasileiro que era conduzida por seu filho hoje candidato pelo número 25. Nos autos o Ministério Público também denuncia o senhor Marcélio Brasileiro (DEM), atual candidato a prefeito de Nova Mamoré.

Os eleitores de Nova Mamoré devem ficar atentos a quem é quem nessas eleições. “Espero que não sejam essas pessoas que vocês queiram ver no Palácio 21 de Julho a partir de 1 de Janeiro de 2021. Se negociam dinheiro da Educação, como ficará a Escola de seus filhos, o transporte escolar, tudo na base da negociata, a saúde, as estradas. Essa é só uma das ações que foram investigadas pela Policia Federal dentre os mais de 10. Bons entendedores entenderão, obvio que a mesma, ou seja, a condenadora assumiu toda a culpa, assim permaneceu no cargo todo o tempo e hoje é uma das coordenadoras da campanha de seu patrão Marcelio Brasileiro 25. Segue cópia da decisão Judicial para não dizerem que é FAKE NEWS”, postou um eleitor atento aos movimentos do candidato demista.

DECISÃO

 

Facebook Comments