No Sintero, Expedito Jr firma compromisso pela educação e Boabaid faz protesto contra coronel candidato

0
150
Expedito no Sintero-Foto Marcelo Gladson


Ao receber manifestações de apoio, Expedito disse que vai governar com a caneta, não com chicote

Na tarde desta terça-feira (24) o candidato a governador, Expedito Júnior, participou no Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintero) de uma das mais importantes reuniões deste segundo turno. Duplamente importante: primeiro porque firmou compromisso com a implantação do Plano Estadual de Educação, um documento discutido com profissionais da área e a sociedade em audiências públicas, que foi transformado em lei na Assembleia Legislativa. Complementarmente, porque, aos 30 anos, o Sintero é o maior sindicato de servidores estaduais, congregando 26 mil trabalhadores em educação em todo o estado.

O encontro reuniu lideranças da capital e do interior. A presidente do sindicato,

Lionilda Simão, explicou que o objetivo era proporcionar às lideranças da educação a oportunidade de ouvir e discutir as propostas com candidatos, embora tenha pouca esperança de ouvir propostas do adversário de Expedito. “O governador anterior não conversava conosco e já observamos que o outro candidato também não dialoga”, comentou.

No mês de setembro, por ocasião da 7ª Conferência Estadual dos Trabalhadores em Educação, nos dias 20 e 21, em Cacoal, Expedito não compareceu devido a compromisso com uma emissora de TV que havia sorteado aquela data para a entrevista, mas mesmo assim, naquela oportunidade justificou e depois assinou compromisso com o plano de educação. O coronel, ao contrário, não compareceu, não justificou e muito menos assumiu qualquer compromisso com a categoria.

“Esse plano foi amplamente discutido em audiências públicas, foi discutido na Assembleia Legislativa, aprovado pelos deputados e sancionado pelo governador. Está pronto e acabado. Vamos dialogar para cumprir suas metas. Eu vou governar com a caneta, não com o chicote. Nada, mas nada mesmo, virá de cima pra baixo”, assegurou.

O PEE contempla vários aspectos que hoje são problemas na educação, como a distribuição dos recursos, a valorização dos profissionais, o conteúdo e as condições das escolas.

POLÍCIA MILITAR

Pouco antes da reunião no Sintero, Expedito esteve na sede da Associação dos Oficiais da PM e dos Bombeiros, onde se reuniu com um gruo de 20 oficiais, para tratar de políticas específicas para a corporação. Um capitão fez uma apresentação que demonstra a possibilidade de melhoramento salarial que utiliza fontes já existentes, sem impactar no orçamento em curso.

À noite esteve com o presidente da Associação dos Praças e Familiares dos Policiais e Bombeiros Militares (Assfapom), deputado Jesuíno Boabaid, de quem recebeu um documento com reivindicações dos praças. Os dois conversaram sobre eleições e Expedito Junior pediu apoio para sua eleição no domingo.

Vídeo Boabaid

 

Facebook Comments