NÍVEL DO RIO MADEIRA CONTINUA DESCENDO: 17,47 METROS

nivelO nível do Rio Madeira, continua baixando e hoje marcou 17,47, segundo dados da CPRM/ANA. São 25 centímetros a menos.  De acordo com dados do governo, as famílias continuam abrigadas no Parque de Exposições de Porto Velho.

As ações, agora, concentram-se na recuperação que envolve limpeza de habitações e logradouros, e envio de cestas básicas as flagelados que estão abrigados nos distritos da capital.

Outra iniciativa é a manutenção do tenente Clivton Rodrigo Carvalho Reis, do Corpo de Bombeiros Militar, no Abrigo Único, como oficial de ligação com a Defesa Civil do Estado. A ele compete a parte operacional, uma vez que a gestão e atendimento, agora, são de competência da Prefeitura Municipal.

Pessoal

Ao mesmo tempo, outro efetivo do Corpo de Bombeiros continua atendendo nos municípios de Guajará Mirim e Nova Mamoré, e demais municípios atingidos pelas enchentes, além dos distritos da capital.

Segundo o tenente coronel Dermagli Farias, oficial de Comunicação da Defesa Civil, quando os órgãos responsáveis notificarem que o nível do rio Madeira está normalizado, será possível realizar estudos sobre os valores que serão necessários para a reconstrução. “Antes, esta avaliação não é possível porque a água ainda encobre algumas estruturas, que podem estar danificadas e é preciso ter informações seguras sobre o impacto provocado”, explica ele.

Fases

Segundo o oficial de Comunicação, em cenário de desastre, a Defesa Civil opera com quatro fases distintas, que são o socorro às famílias atingidas, a assistência, a recuperação (que inicia com a assistência aos abrigados e verificação do que foi impactado) e reconstrução (inclui providenciar moradias para as famílias que ficaram sem abrigo). Cada uma destas etapas tem ações próprias, conforme protocolo internacional.

Facebook Comments