Durante o período de estiagem em Rondônia, o nível do rio Madeira diminui e se torna alvo de constante monitoramento e preocupação por parte das autoridades devido os perigos que surgem para a navegação, como bancos de areia e pedrais.

O rio iniciou o mês de agosto medindo 4,4 metros, pouco acima do permitido para navegação noturna de diversas embarcações, segundo explica o capitão da Marinha Rodolfo Aurélio.

“Quando esse nível do rio chegar a menos de 4 metros será emitida uma portaria proibindo a navegação noturna para comboios e para embarcações com caiado superior a 2,3 metros. Caiado é a distância entre o fundo da embarcação e a linha d’água”, diz.

Com o nível baixo, o perigo aumenta, e por isso a Marinha está realização orientações aos navegantes para evitar acidentes.

“Estamos orientando a todas as embarcações, não só de passageiros, que é preciso atenção total a navegação nesse período, quando surgem vários perigos à navegação como bancos de areia e pedrais”, afirma o capitão.

De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Porto Velho, Edmilson Machado, o trabalho de drenagem no rio, que geralmente é feito no mês de setembro, já teve início este ano.

“A dragagem está sendo feita na comunidade de Curicacas há cerca de 20 dias. Começou praticamente com um mês de antecedência. O rio está bem baixo, está bem seco”, ressalta Edmilson.

Fonte: G1

Facebook Comments