O atacante Neymar deixou o treino da Seleção mais cedo nesta quarta-feira por conta de dores na região lombar e passou a ser dúvida para a estreia do Brasil nas Eliminatórias, contra a Bolívia. O duelo será às 21h30 de sexta-feira, na Neo Química Arena, em São Paulo.

– Neymar sentiu dores na região lombar no treino de hoje. Sem nenhuma história de trauma, ele foi retirado do treino, avaliado e iniciou tratamento na fisioterapia. Nós viajamos hoje para São Paulo, ele segue em tratamento, já foi medicado, mas essas próximas 24 horas serão importantes para ver como ele vai se recuperar. Uma nova avaliação será feita antes do treino e aí nós teremos uma ideia um pouco melhor – afirmou Rodrigo Lasmar, médico da seleção brasileira.

Nas imagens do treino divulgadas pela CBF, foi possível ver Neymar levando as mãos às costas e agachando no gramado em alguns momentos durante a roda de bobinho. Depois, o atacante não apareceu.

Por conta da pandemia de coronavírus, a imprensa não pôde acompanhar aos treinamentos na Granja Comary.

Sem poder contar com o camisa 10, Tite escalou Everton Ribeiro, do Flamengo, na ponta esquerda.

Outra observação feita pelo treinador nesta quarta-feira foi no meio de campo. Diferentemente do que aconteceu na terça, Bruno Guimarães não foi o volante utilizado ao lado de Casemiro. Desta vez, Douglas Luiz foi o escolhido.

Os jovens do Lyon, da França, e do Aston Villa, da Inglaterra, travam disputa por uma vaga no meio da Seleção.

A atividade desta terça indicou que o goleiro Weverton deve ser o escolhido por Tite para substituir Alisson, cortado por lesão. O jogador do Palmeiras participou do ensaio de saída de bola com a defesa titular.

A equipe que treinou com Tite nesta quarta-feira teve: Weverton, Danilo, Thiago Silva, Marquinhos e Renan Lodi; Casemiro e Douglas Luiz; Everton Cebolinha, Philippe Coutinho e Everton Ribeiro; Firmino.

Este foi o último treino da seleção brasileira na Granja Comary. À noite, o grupo embarca para São Paulo e, nesta quinta-feira, encerra a preparação para enfrentar a Bolívia na Neo Química Arena.

Fonte: GE

Facebook Comments