Nazif também deverá ser processado pelo PSB após “sim” ao voto impresso

PORTO VELHO- A malograda tentativa de retrocesso no sistema de votação eleitoral está rendendo dores de cabeça para parlamentares que caíram na conversa de Bolsonaro. Além de Nazif, outros dez deputados federais do PSB também não seguiram a indicação do partido e também deverão responder dentro da legenda as sanções pertinentes

Histórico aliado dos governos de esquerda no Brasil, o Partido Socialista Brasileiro – PSB, deve acionar internados mecanismos de punição ao deputado federal Mauro Nazif (PSB-RO) após contrariar indicação da legenda para o voto contrário á PEC do voto impresso.

Além de Nazif, outros dez deputados federais do PSB também não seguiram a indicação do partido e também deverão responder dentro da legenda as sanções pertinentes.

Na votação da reforma da previdência o PSB processou os deputados que votaram a favor e não seguiram a indicação de voto.

O voto de Nazif foi recebido com espanto pelos correligionários, que creditaram esse posicionamento ao “arrocho” que o deputado recebeu na porta de casa de apoiadores do presidente Bolsonaro, que aos berros, exigiram que ele votasse pelo sim à PEC.

Fonte: JH Noticias

Facebook Comments