Os resultados de um detalhado planejamento em segurança pública começam a ser apreseentados, com a construção de 19 novas unidades de segurança pública (Unisp) em todo o Estado que irão integrar as polícias Civil,  Militar e Corpo de Bombeiros.

Unisp

Com obras em andamento, na capital, são construídas quatro unidades de grande porte. Outras três em Ariquemes, Ji-Paraná e Vilhena, respectivamente. Os municípios de Alvorada do Oeste, Buritis, Colorado do Oeste, Espigão do Oeste, Cujubim, Jaru, Ouro Preto do Oeste, Machadinho do Oeste, Nova Brasilândia e Rolim de Moura ganharão 10 unidades de pequeno porte, no total. Subgrupamento de Bombeiros (SGB) nos municípios de Rolim de Moura, Ji-Paraná e Vilhena também têm obras em andamento.

“Estamos trabalhando para que esses prazos sejam cumpridos pelas empresas vencedoras das licitações, para que as primeiras 19 unidades sejam concluídas até junho de 2015, ocasião em que passaremos a instalar a refrigeração e o mobiliário destes prédios”, destacou André Roberto, gerente de planejamento da Sesdec.

O funcionamento integrado permitirá um melhor atendimento ao usuário e a redução do custo operacional de inúmeras unidades que atualmente funcionam de forma descentralizada.

“A política de integração é um dos cinco eixos de atuação da Sesdec desde 2011 e visa à melhoria do atendimento à população e maior efetividade no combate ao crime, tanto pela prevenção quanto pela apuração. Antes, os prédios recebiam apenas reformas paliativas. Com as novas unidades, os servidores ganham um novo e condigno ambiente de trabalho. Ganha também a população com esses novos referenciais.

Imagem 012

Os recursos para a construção das Unisps foram viabilizados pelo governo do Estado, por meio do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica (Pidise) com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Fonte
Texto: ACS – Sesdec
Fotos: ACS – Sesdec

Facebook Comments