MP recorre à Justiça e pede que chefe do tráfico de drogas da Rocinha seja mantido em Rondônia

0
226
Rogério 157 é levado para a Cidade da Polícia, após ser preso em 06/12/2017 — Foto: Fabiano Rocha / Agência O Globo
Prazo para Rogério 157 ser transferido para presídio no Rio termina dia 10. Decisão foi tomada pelos desembargadores do TJRJ, após pedido da defesa do traficante

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro informou na noite desta quarta-feira que entrou com recurso na Justiça, por meio da Procuradoria-Geral de Justiça, pedindo a manutenção da prisão do chefe do tráfico de drogas da Rocinha, Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, no presídio federal de Porto Velho, em Rondônia.  As informações são de O GLOBO.

Mais cedo, o MP havia informado que ainda não havia sido notificado da decisão judicial que determina a transferência do criminoso. No dia 26 de setembro, a 6ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio acolheu o pedido da defesa do traficante e determinou a volta de Rogério 157 para o Rio. Atualmente, ele cumpre pena no presídio federal de segurança máxima de no presídio federal de Rondônia.

Fonte: O Globo