Uma mulher de 42 anos que é motorista de aplicativo passou por momentos de terror durante o final da noite de segunda-feira (20), ao ser feita refém durante um roubo de seu veículo na Rua Centro Oeste, zona Sul de Porto Velho.

De acordo com informações que a vítima repassou para os policiais, ela recebeu uma ligação de uma mulher pedindo uma corrida e imaginando que fosse uma cliente por ter lhe chamado pelo nome, foi e quando chegou no local entraram no carro dois homens e uma mulher. Depois de algumas quadras, a criminosa pediu para ela parar o carro que era um assalto e ordenou que ela sentasse no bando de trás onde ficou com um outro suspeito que não tirou a arma da cabeça dela.

Durante a ação criminosa, a vítima deixou um aplicativo de rádio ligado e foi repassando as
coordenadas para os companheiros de profissão verem sua localização. Os suspeitos relatavam que não iriam lhe matar apenas que iriam cumprir uma missão e depois abandonaram o carro dela.

Os suspeitos a todo momento falavam com outra pessoa pelo telefone e em dado momento falaram “Mellow Mellow Mellow” e abandonaram a vítima com o carro na rua Portal do Cacau no bairro Monte Sinai, região de invasão da zona Sul e fugiram. Foi então que a vítima pediu ajuda da polícia.

Vários motoristas de Apps, após receber a denúncia, começaram a fazer o cerco pela área no intuito de poder fazer justiça com as próprias mãos. Uma guarnição da Força Tática do 9° batalhão, fazendo patrulhamento pela área, abordou um suspeito e próximo dele foi encontrado uma arma de fogo sendo um revólver calibre 38 com quatro munições intactas. Ele foi reconhecido pela vítima como sendo autor do roubo e teve que ser levado às presas para a Central de Polícia, pois os motoristas queriam lixar o criminoso.

Fonte: Hora1Rondônia

Facebook Comments