Wanir Cavalheiro e Álvaro Lustosa, vítimas da Covid-19

PORTO VELHO-O ex-secretário de Educação, Álvaro Lustosa Pires e Wanir Cavalheiro, ambos do MDB de Rondônia, perderam a vida nesta madrugada de segunda-feira e domingo, respectivamente. Segundo informações, vítimas da Covida-19.

Sobre a morte de Lustosa, Wanessa Darwich escreveu nas redes sociais:

Quando, de madrugada, recebi uma mensagem da minha amiga

Nahylde Rodrigues, vi que não era coisa boa. E não era. Foi para me dar a notícia da morte do Dr. Alvaro Lustosa! Recebi essa notícia com imensa tristeza no meu coração.
Já era esperado? Sim, pois ele vinha lutando há tempo pela vida, mas não menos impactante. Poderia ficar aqui horas falando sobre ele , pois além de ter sido praticamente o meu primeiro chefe, desse vínculo de trabalho surgiu uma grande e sincera amizade, que perdurou até a data da sua partida. Foram vários ensinamentos, vários aprendizados por todos os lugares que trabalhei com ele. Secretaria de Educação, Assembleia Legislativa, Reforma Administrativa. Um profissional extremamente competente e um grande Orador, sem falar da generosidade do seu coração. Escreveu sua história em Rondônia.
Hoje se encontra nos braços de nosso Pai Maior, onde não existe mais dor nem sofrimento.
Descanse em paz meu grande e querido Amigo. Despeço-me do Sr. com uma palavra especial: GRATIDÃO! A minha amiga Naíse, esposa; Thaísa Lustosa , Alvaro Lustosa Junior e Tatiane, filhos, como a toda família, os meus mais sinceros sentimentos.
Que Deus conforte o coração de todos vocês.
Nota de Pesar-do MDB para Wanir Cavalheiro
NOTA DE PESAR
É com tristeza que o Movimento Democrático de Rondônia diretório estadual recebe a notícia do falecimento do pioneiro de Rondônia, que foi emedebista militante, Wanir Cavalheiro, que faleceu em Porto Velho, neste último domingo, 25 de abril, em decorrência de complicações geradas pela Covid-19.
Wanir era um ser humano de grande coração, respeitado e querido pelos amigos, foi militante antigo do MDB em Rondônia.
Sua história é atrelada inquestionavelmente ao partido que militou e amou durante sua vida, bem como seu carisma que lhe oportunizou semear amizades por onde passou.
Sem dúvidas Wanir foi um grande líder, foi um apaixonado entusiasta e defensor do Partido e do desenvolvimento do Estado.
Hoje ele partiu nos deixando sempre seu exemplo de dedicação, companheirismo e amizade.
O momento é de dor, mas também de gratidão e reconhecimento pela maestria do trabalho e da colaboração prestados por esse homem de índole inquestionável.
Pedimos a Deus o conforto, entendimento e proteção espiritual a todos os familiares e amigos que sofrem com a partida desse guerreiro que nunca deixou a chama da esperança por dia melhores se apagar.
Nossos sinceros sentimentos,
Lucio Mosquini, Deputado Federal e presidente estadual do MDB.
Pode ser uma imagem de 1 pessoa, em pé e estrada
Itamar Ferreira, sobre Wanir Cavalheiro
MAIS UMA DOLOROSA E IMPACTANTE PERDA PREMATURA DE UM PORTOVELHENSE PARA A PRAGA DA COVID-19
Conheci Wanir Cavalheiro como liderança política, quando participamos juntos de negociações para coligação partidária, salvo engano em uma das campanhas do Roberto Sobrinho à prefeito.
Pessoa centrada, conciliadora, que conquistava aliados com sua simpatia e capacidade argumentativa.
Nos últimos anos mantive frequentes contatos com ele através do Facebook, vez ou outra eu o marcava numa postagem ou ele espontaneamente vinha colocar seus comentários, sempre coerentes e pertinentes.
Eu que costumo ser um debatedor polêmico, mas nunca travei com o Cavalheiro nenhum debate mais acalorado, pois diferente dos muitos radicais que enfrento nas “brigas” em redes sociais, Wanir era de usar a força do argumento e não o argumento da força.
Sem dúvida uma trágica e enorme perda, para a família, amigos, colegas de trabalho e correligionários, bem como pra toda sociedade.
Mais uma morte precoce que poderia e deveria ser evitada, se nâo vivêssemos em um Brasil dividido pelo ódio.
Um Brasil onde a negação da ciência, da medicina, da prioridade da vacinação, das recomendações da OMS e das experiências de outros países, são rejeitados ou negligenciados.
400 mil mortes no Brasil, mais de 5.000 em Rondônia. Não dá para aceitar a continuidade desse massacre diário de mais de três mil brasileiros.
Precisamos superar ou ao menos amenizar esse ódio que divide o povo brasileiro, pois somos todos irmãos, mas na atualidade somos como Abel e Caim da Bíblia, obtendo o mesmo resultado: a morte de uma parte.
Precisamos um mínimo de união para enfrentar essa verdadeira praga do Egito que se abateu tragicamente sobre nós, o coronavírus, independente da orientação religiosa ou ideológica.
Católicos x evangélicos x demais religiões..
… extrema-direita x direita x centro x esquerda ou extrema-esquerda…
… que Deus em sua Infinita Sabedoria, Bondade e Misericórdia conforte a família e amigos. Que este grande ser humano seja recebido na Casa Celestial.
Pode ser uma imagem de 2 pessoas, pessoas sentadas e texto que diz "सव Wanir W' Cavalheiro 23 DE AGO DE 2020 1 Curtir Comentar Compartilhar"
Fonte: Mais Rondônia
Facebook Comments