Moradores “ilhados” de Abunã recebem mantimentos da Prefeitura de Porto Velho

Cristian Camurça: ajuda providencial a todos os distritos de Porto Velho
Cristian Camurça: ajuda providencial a todos os distritos de Porto Velho

As cerca de 90 famílias que foram atingidas com a cheia do rio Madeira em Fortaleza do Abunã, receberam na última sexta-feira, mantimentos enviados pela Prefeitura de Porto Velho. A equipe comandada pelo secretário Christian Camurça, da Secretaria Municipal de Regularização Fundiária e Habitação (Semur), entregou ao administrador do distrito, localizado no eixo da BR 364, 70 cestas básicas, 40 galões de água de 20 litros, 50 mosquiteiros, 10 caixas de hipoclorito de sódio e 200 litros de gasolina.

De acordo com o secretário Christian Camurça, que coordenou a operação, o tráfego na rodovia federal foi suspenso pela Polícia Rodoviária Federal por falta de segurança e a equipe da Semur quase não consegue fazer a entrega dos mantimentos. Ele afirmou que o trecho crítico começa antes da antiga Mutum. “Chegamos lá por volta das nove da manhã e só conseguimos passar depois das doze. A Polícia Rodoviária não queria nos deixar passar. Só atravessamos porque chegou um comunicado pelo rádio dizendo que o administrador do distrito estava do outro lado Enchente abuna 800px 06aguardando os mantimentos com um barco. O caminhão passou com cinquenta centímetros de água que cobriu o pneu”, disse.

Situação de parte de Abunã hoje
Situação de parte de Abunã hoje

Parte do mantimento foi entregue às famílias de Fortaleza do Abunã.

Christian Camurça adiantou ainda que parte do material foi encaminhado para Fortaleza do Abunã, onde também há pessoas desalojadas por causa da maior cheia já registrada na história de Porto Velho. “Nossa preocupação é conseguir atender a todas essas famílias. E estamos fazendo o possível e o impossível para auxiliá-las. E com a ajuda da população que continua doando roupas, alimentos, e água, vamos conseguir”, frisou.

Facebook Comments