O candidato a prefeito de Porto Velho pelo PSL, Sargento Eyder Brasil, acompanhado da candidata a vereadora Siça da Banda, se reuniu com moradores do Bairro Cascalheira, na Zona Leste, onde firmou compromisso com a comunidade e recebeu novas adesões de quem acredita num futuro melhor para a cidade.

Na residência da dona Maria Soares França, apresentou o plano de governo para ser colocado em prática a partir de 2021, e as metas a serem atingidas para promover mais qualidade de vida ao cidadão de Porto Velho.

Eyder, como em todas as reuniões e encontros, respondeu questões sobre a falta de atenção à saúde básica, educação sem qualidade, segurança pública, infraestrutura, entre outras mazelas que a capital enfrenta.

O candidato destacou que vai governar com ações programadas, o plano é regido pelos princípios da transparência, diálogo, meritocracia, eficácia, ética, verdade e respeito. “Vimos o quanto a população foi desrespeitada no momento crucial da pandemia da Covid-19, sem atendimento, e aqueles que conseguiram fazer exames, ainda precisaram comprar toda a medicação para o tratamento porque muitas vezes não encontraram nas unidades. Foi um verdadeiro descaso com o povo”, frisou.

Segundo o candidato, a primeira medida será uma tomada de contas dos gastos da prefeitura. Todas as secretarias irão passar por auditoria. “Já sabemos que os cofres estão no vermelho, pois foram muitos empréstimos para o próximo prefeito pagar. Assim que assumirmos vamos minimizar custos, aumentar os resultados e desburocratizar a vida do cidadão que busca os serviços da prefeitura”, pontuou.

Eyder Brasil falou que vai diminuir o “tamanho” da máquina pública municipal, cortando gastos desnecessários, informatizando e sistematizando os processos administrativos. “Precisamos diminuir todo e qualquer gasto para investir na saúde básica, criando ouvidorias para todas as regionais, descentralizando o recebimento de problemas. Cada região da cidade terá um time de agentes de saúde selecionados e capacitados na própria comunidade. Eles irão trabalhar junto com os assistentes sociais”, anunciou.

Na Rua Antônio Fraga, na casa do presidente da Associação do Bairro Cascalheira, o senhor Pedro, as reclamações não foram diferentes. Os moradores pediram melhorias na saúde, creches, asfalto e mais atenção com os bairros distantes do centro.

O candidato enfatizou que vai priorizar a pavimentação das ruas que nunca receberam asfalto, melhorar a sinalização e iluminação nos bairros, construção de novas creches, para que as mães possam trabalhar tranquilas e ajudar na renda familiar.

Por fim, o Sargento Eyder Brasil desabafou que “Porto Velho precisa de um gestor, que realmente tenha um olhar cuidadoso e uma atenção de amor por esta terra e sua gente, e isso já faz muito tempo”.

Classe Artística

O candidato à prefeitura de Porto Velho, Sargento Eyder Brasil, recebeu adesão à sua campanha do artista plástico Mikéliton Alves, que aproveitou para parabenizar o candidato pelo apoio que sempre dedica à classe artística de Porto Velho.

Eyder também recebeu apoio da classe dos mototaxistas, representada pelo profissional Izael Francisco Taquarí. Além de abraçar a campanha, o mototaxista relatou que a classe espera menos burocracia na gestão de Eyder e Tenente Costa, com maior facilidade para aquisição das placas de motos para os chamados auxiliares, aqueles que não são os verdadeiros donos das placas. “Temos muita burocracia, além de altas taxas praticadas pela Semtran, e precisamos de atenção e um olhar de justiça para nossa classe”, enfatizou.

O candidato anunciou que pretende realizar um trabalho de desburocratização e redução, após estudos de taxas e impostos.

Assessoria

Facebook Comments