RETICÊNCIAS POLÍTICAS  –  Por Itamar Ferreira *

Diante do quadro dantesco, catastrófico e trágico vivido pelo povo brasileiro neste início de 2021, ocorreu-me uma ideia sobre o que poderiam dizer ex-presidentes brasileiros como, Fernando Henrique Cardoso, Lula, Dilma e Temer, sobre a postura tresloucada, alucinada e irresponsável de Bolsonaro frente à pandemia.

Acredito que eles poderiam comungar algumas frases, críticas e sugestões, dirigidas ao atual presidente, como as que seguem abaixo:

“Presidente, TODOS os países do primeiro mundo, incluindo Estados Unidos e a União Européia, além de todos os demais países democráticos, defendem as mesmas ideias e ações contra a pandemia do coronavírus”. 

“Bolsonaro, a ciência, a medicina, as principais universidades e centros científicos do Planeta, além da Organização Mundial da Saúde (OMS), também repetem à exaustão as mesmas medidas e ações contra a terrível Covid-19, entre as quais: 

1) Que o distanciamento social, de medidas menos restritivas ao lockdown, é necessário para conter o avanço da doença e evitar o colapso do sistema de saúde; 

2) É um consenso universal que o uso de máscara é importante na prevenção, que a cloroquina e ivermectina não tem qualquer eficácia comprovada. 

3) Que a vacinação em massa da população é o único caminho para superar esta crise sanitária. Entretanto, enquanto outros países negociaram contratos de compra de vacina em meados de 2020, só agora o governo brasileiro, desorientado e sem rumo, tenta desesperadamente adquirir vacinas, com imenso atraso”. 

“O efeito da vacinação surpreendeu até mesmo os especialista mais otimistas, a ponto dos Estados Unidos, que já tiveram picos diários recentes de mais de 4.000 mortes, atualmente tem menos óbitos diários e novos casos que o Brasil”. 

“Presidente é vergonhoso, irresponsável e genocida os seus ataques histéricos contra governadores e prefeitos que tentam desesperadamente conter o avanço das mortes por Covid-19, através de medidas de distanciamento social”. 

“Bolsonaro, você não usar máscara, promover aglomerações, ter sido contra a vacinação em massa até a pouco tempo atrás, é algo aterrador, que deixou a comunidade internacional estarrecida”. 

“É chocante a sua falta de empatia e solidariedade com as centenas de milhares de famílias enlutadas, cuja dor você considera apenas mi mi mi”. 

“Bolsonaro, com esse comportamento errático e negacionista, você se tornou o principal responsável pelo elevado número de mortes de brasileiros, já próximo dos 300 mil, das quais dezenas de milhares poderiam e deveriam ter sido evitadas”. 

“Por tudo isto, ‘nós, ex-presidentes do Brasil’, repudiamos com veemência o seu comportamento. Tenha postura de um Presidente da República. Tenha uma atitude mais humana. Assuma o seu papel de líder da Nação e não de aliado do novo coronavírus, como tem sido até o momento”. 

Não seria interessante e possível que os ex-presidentes se posicionassem conjuntamente algo parecido? Pois, independente das enormes diferenças ideológicas, todos eles mantiveram em seus mandatos um mínimo de postura compatível com as enormes responsabilidades de um Presidente da República.

* Itamar dos Santos Ferreira é advogado e responsável pela Coluna Reticências Políticas. 

Facebook Comments